terça-feira, 22 de setembro de 2009

SORRIEM OS LÍRIOS - DETH HAAK




Sorriem os Lírios

Chega aurora prenunciando verão
No marejar das íris mal dormidas
Ressaltando no sulcar das feridas
As cicatrizes malfadadas da ilusão.

Incrédulas... Angustiam reprimidas
Na invernia que ora êmula o coração;
E o vergel sonâmbulo da desilusão
Acorda assim, colorindo Margaridas...

Brotadas no limbo dos martírios
Percorridos pelas lutas assistidas
A buscar no vê, sorriem os Lírios,

Pra no alfobre das promessas tidas
De a profícua Paz ouvir tocar os sírios
E flori a primavera em nossas vidas!

Deth Haak
“A Poetisa dos Ventos”
Cônsul Poeta Del Mundo - RN
Sociedade dos Poetas Vivos e Afins-RN
Embaixadora Universal da Paz