domingo, 15 de novembro de 2009

DESENGANO - SONETO

O SEU AMOR MORENO BELO,
ERA SOMENTE FOGO DE PALHA,
NÃO DUROU NENHUMA INVERNADA
SÓ MACHUCOU, SOMENTE AGREDIU.

PENSEI QUE ESTAVA SONHANDO.
NOS SEUS BRAÇOS ME ENTREGUEI,
ACHEI QUE TINHA ENCONTRADO
O PRÍCIPE QUE TANTO QUIZ.

QUÃO GRANDE FOI MEU ENGANO
VOCÊ SOMENTE CURTIU
O QUE CHAMAM DE MOMENTO.

DEPOIS DISSO VOCÊ SUMIU
PASSOU A ME AGREDIR, PRA ME FAZER
ENTENDER, QUE MIM VOCÊ PARTIU.