quinta-feira, 19 de novembro de 2009

PESSOAS QUE SABEM FAZER ACONTECER...

A GRANDE LARRÚBIA TAVARES
DIRETORA ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA DO
SINTE/RN
POETA EMANOEL IOHANAN

ALUNOS DO INSTITUTO PADRE MIGUELINHO


JOSÉ FERNANDES - CHEFE DA 1º DIRED E RUBENS AZEVEDO


PRESIDENTE DA SOCIEDADE DE DENTISTAS ESCRITORES.



PROF. JOSÉ TEIXEIRA


COORDENADOR GERAL DO SINTE/RN





PROFA. VICÊNCIA SANTOS


DIRETORA DE CULTURA DO SINTE/RN





PROF. GETÚLIO SOARES


DIRETOR DO INSTITUTO PADRE MIGUELINHO




POETA HILDA FURACON





EDINHO - MARKETEIRO

POETA E ATLETA MASTER EDIVAN SANTOS


ESCRITORA RISOLETE FERNANDES


ARLETE SANTOS


CASAL SUPERMARAVILHOSO - NEIDINHA E ALDERY


AGSLENE MARTINS



SUPER SILVIA


OPS! JÂNIA SOUZA, EUZINHA, NEIDINHA E CESAR.




CLAUDIA SANTA ROSA



XICO SERIDÓ




EUNICE ROSADO



ZÉ MARTINS, AGSLENE, AUZHÊ E NEZINHO



CORDELISTA JOSÉ ACACI



VANDILMA OLIVEIRA
PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO PARNAMIRIM DE CULTURA
PARABÉNS A TODOS QUE DE UMA FORMA OU DE OUTRA
CONTRIBUI COM A EDUCAÇÃO E CULTURA POTIGUAR.







------------------------------
DESAFIO DO AUTO DA CATINGUEIRA
COMPOSIÇÃO DE ELOMAR
.
Sinhores dono da casa, o cantador pede licença
prá puxa a viola rasa aqui na vossa presença.
Venho das bandas do Norte, com pirmissão da sentença
cumpri mia sina forte, já por muitos cunhicida,
buscano a inclusão da vida, ou os cutelo da morte,
e das duas a prifirida, aqui mi mandá a sorte.
.
Já qui nunciei quem sô, dêxo meu convite feito
pra qualqué dos cantadô, dos qui se dá pur respeito,
aqui pru acaso teja, nessa função de aligria
e pra qui todos mi veja, puxo alto a cantoria.
Nessa viola de peleja, qui quando não mata aleja
cantador de arrilia.
...
No na iscada dua igreja, labutei cua duza um dia
cinco morrêro d'inveja, três de avêcho, um de agunia,
matei os bicho cum moto qui já mi deu treis mulé,
é a histora dum cassote, cum cuati e cum saqué.
O casote com um pote, cuô pru cuati um café,
iantes ofereceu um lote, num saco pra o saqué
o saqué secô o pote, dxô o cuati só cua fé,
di qui dentro do tal pote, inda tinha algum café.
..
e xispô sambano um xote, o inxavido do saqué
qui cuati quá qui cassote, boto o bico e bato um bote
o qui é qui o saqué qué, iantes porém aviso,
sô marvado não aliso, tristi ou filiz o cantadô
qui apanhá pra dá o castigo, apois quem canta comigo
sai difunto ou sai dotô.
.
Sinhô cantador chegante, mi adisculpa o tratamento
nessa hora nesse instante, ta um cantô sinificante
sem fama sem atrivimento qui num é muito falante
nem de muito cunhicimento, mais pra titos e valintia
so trais uma viola na mão, falta o iluste cumpanhêro
marcá o lugá da prufia, se lá fora ou no terreiro
ô aqui mermo no salão.
.
Peleja de Elomar.
-------------------------------
RETALHOS POÉTICOS
.
"OS MEUS VERSOS PULAM DO MEU PEITO,
ATROPELAM A VOZ COM EMOÇÃO.
POIS QUANDO OS MEMOS TE OLHAM
FICAM TÃO FELIZES QUE SE BRINCAR
ESCREVO ATÉ UMA CANÇÃO."





-------------------------------------
"UM GALOPE, UMA DÉCIMA
ISSO É POUCO PRA MOSTRAR
O QUE SINTO NO MEU CORAÇÃO
O PRAZER DE FICAR PERTO DE TI
É PROFUNDO É MAIOR".
.
--------------------------------
.
A BRIGA É A VÉSPERA DA SEPARAÇÃO
E A SEPARAÇÃO É O FIM DE UM AMOR.
.
o O MEU PEITO GRITA DE TANTA DOR
POR DE VOCÊ ESTA MUITO DISTANTE.
ESQUEÇA AS BRIGAS, OS INSULTOS
E INDIRETAS E VENHA FICAR DO MEU LADO,
COM AMOR, MUITO AMOR.
POIS A BRIGA É A VÉSPERA DA SEPARAÇÃO
E A SEPARAÇÃO É O FIM DE UM AMOR.
.
-------------------------
.
SONO,
LENTO,
SENTIDO,
DITO.
SONHO,
VIVO,
VIDA,
VIVA!
.


--------------------------
.
DEVANEIOS
.
..
EU TENHO UM SONO PROFUNDO...
E FUNDO.
SO VIVO SONOLENTA...
E LENTA.
MESMO EM MEIO DO MEU AMBIENTE...
SOU CIENTE.
DO SEU AMOR CALIENTE...
CARENTE.
DESEJO MILHÕES DE ABRAÇOS...
NOS TEUS BRAÇOS.
ENCOSTADA NO TEU PEITO QUENTE...
E ARDENTE.
PRA VOCÊ FICAR CONTENTE...
E NÃO FICAR DOENTE,
AGUENTE.
O MEU AMOR É SEU...
EXPERIMENTE!



---------------------------


OLHOS/DESEJOS
.
QUANDO EU OLHO NOS TEUS OLHOS
BUSCO NELES TEU CORAÇÃO
É GRANDE O MEU ENCANTO
É IMENSA A MINHA PAIXÃO.
.
QUAQUANDO OLHAS NOS MEUS OLHOS
SINTO IMENSA ALEGRIA
MINHA ALMA ANSEIA E TANTO
SER SUA NEM QUE POR UM DIA.
.
QUANDO FALAS, SINTO DESFALECER
POIS O QUE TENTAS DIZER
NÃO É ALENTO É DESPRAZER.
.
CADA PALAVRA SUA MORRE UM
POUQUINHO DE MIM, NÃO SEI SE AGUENTO
TANTO, SABER QUE NÃO GOSTAS DE MIM


---------------------------------
UMA ODE A LUA
.
A NOITE ME DEIXA INEBRIADA,
ME NAMORA MAIS QUE O DIA,
ENTRE CHUVAS, FRIOS E TROVOADAS
O PEITO EXALANDO A DOCE CANTATA
DA PASSARADA AO ENTARDECER.
.
A NOITE ME ENCANTA, ME DEIXA LÂNGUIDA,
OLHANDO A LUA, DESVENDO O MANTO
DA DOCE LEMBRANÇA DO HOMEM AMADO.
DO TEMPO QUE ERA FELIZ NOS SEUS BRAÇOS.
.
OH! LUA DOS MEUS ENCANTOS QUE TAMBÉM
CONHECE MEU PRANTO, QUE GUARDA MEUS
SEGREDOS NO RECÔNDITO DO MEU MAIS PROFUNDO SER.
.
LUA QUE NAMORO, LUA QUE AMO.
A TI DEDICO UM SENTIMENTO DE CUMPLICIDADE
QUE EXISTE ENTRE EU E VOCÊ.