terça-feira, 15 de dezembro de 2009

AMOR VIRTUAL - SONETO DE MACEDO

Amor Virtual
Autor: Macêdo, Francisco Neves(*)
.
Meu amor, por favor, não me “delete”,
na “informática” vamos “navegar”...
Se você resolver me “formatar”,
eu esqueço de vez a “Olivetti”...
No mundo virtual desta “internet”,
meu “e-mail” você pode “clicar”,
vê no “Orkut”, “Word” e só você gravar
no “DVD” em vez de algum “disquete”.
“PowerPoint” com mensagens virtuais
,que eu “edito” nos “Chip,s”
especiais
e que pela “Net”
faço a transmissão.
Mas se este meu amor
não der ibope
se me trocares por qualquer “laptop”...
Tens um “pen-drive” em vez do coração!