quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

ARTE, EDUCAÇÃO, CULTURA E A LUTA - ARTIGO DE ANSELMO PAMPLONA




Sabemos que a cultura é um sistema, um todo, um conjunto de elementos que, ligados, estreitam laços comuns na sociedade. E que pode sofrer modificações diante das necessidades de cada povo.A cultura, a arte e a educação estão presentes na luta da categoria e na vida de cada ser, que discute e amplia os seus conceitos de mundo perante o outro.Indiferentemente ao exposto, temos visto na nossa cidade Natal a perseguição aos agentes culturais, artistas circenses, artistas de rua, bailarinos e atores, artistas populares, entre outros tantos.
CulturaO que é cultura? O que é arte? O que é educação? Acreditamos que os nossos gestores esqueceram! Os esforços dos nossos educadores não são compensados como deveriam ser. Dentro das instituições públicas de ensino, registramos há muitos anos, o surgimento de vários grupos culturais, diversas feiras de arte e cultura e feiras de ciências que não têm o seu valor reconhecido, a não ser pelos próprios educadores e familiares dos participantes. Para alguns gestores municipais e estaduais as atividades construídas pelos educadores servem para a exposição política em mostras de talentos e de produção. Não expressando, assim, a cientificidade e a experiência daqueles que juntos constroem a opinião e o futuro de crianças e adolescentes que beiram a marginalização devido à má gestão publica e do seu orçamento.
Construção A nossa força está justamente na criação e construção do movimento que integra a educação com a arte e também com a cultura. Temos que transpor os obstáculos criados erroneamente pelas “instituições governamentais e outros poderes”. Vamos nos contrapor ao descaso e consequentemente ao desmando daqueles que esqueceram a escola pública.Em nome da educação, da arte e da cultura, estejamos preparados para inserirmos nas escolas públicas diversos conceitos que envolvam a discussão geral sobre os fatos que já se tornaram verdadeiros vexames por parte dos poderes públicos, que não agem como deveriam para resolver a problemática existente nesse segmento da sociedade.Queremos arte, cultura e educação. Não a política desvairada do “pão e circo”.
Autor(a): Anselmo Pamplona, Diretor de Cultura do SINTE-RN
fonte: portal do sinte