quarta-feira, 21 de abril de 2010

A POESIA DE CEICINHA CÂMARA TAMBÉM PARTE DO PROJETO DIFUSÃO DA LITERATURA FEMININA POTIGUAR



Nada de bom nos reservou a vida
Só desilusões,
desenganos e espinhos
Sem saber ou não, se vamos ser padecidas
Se alguém atravessar o nosso caminho. Somo seres humanosQue tem nome, que tem coraçãoQue tem dentro de si vários oceanosFeitos de ternura, luta e perdão!
O que é que a gente não faz por amor?
Às vezes somos incompreendidas
Somos castigadas com pudor
Por querer realizar nossas fantasias.
Será que sempre vamos sofrer?
Não. Também vamos ter felicidade!
Eu sinto que na nossa alma vai crescer
Um rosto amado cheio de saudade!
Ceicinha Câmara (*)