segunda-feira, 31 de maio de 2010

FIM DO 13º SALÁRIO É BOATO, NÃO É VERDADE

"NOTÍCIA ‘INTERNÉTICA’ É UM SPAM
Republico matéria da Agência DIAP, 31/05/2010
Mais uma vez volta a circular na internet uma "informação" que desinforma e desorganiza o debate no movimento sindical. Trata-se de mensagem eletrônica que diz que foi aprovado na Câmara dos Deputados o fim do 13º salário.A notícia é falsa. Diante de várias consultas feitas à assessoria parlamentar do DIAP, decidimos veicular novamente esta informação para lançar luz às desinformações sobre o "fim do 13º salário" e outros direitos dos trabalhadores. No final de março de 2006, a assessoria parlamentar do DIAP, informou por meio da agência de notícias do órgão, que a aprovação do fim do 13º pelo Congresso era e é falsa, reafirmamos.A proposição que mais se aproximava disso, o PL 5.483/01, enviado ao Congresso pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, tinha por finalidade flexibilizar a CLT, mediante modificação no artigo 618, para permitir a prevalência do negociado sobre o legislado.Ou seja, o projeto autorizava que a negociação coletiva pudesse reduzir ou eliminar direitos trabalhistas. Mas aquele projeto, que havia sido aprovado na Câmara e aguardava votação conclusiva no Senado, foi retirado de tramitação pelo Governo Luiz Inácio Lula da Silva logo no primeiro ano do primeiro mandato, portanto em 2003.Resistência na Comissão de TrabalhoO projeto, elaborado na gestão do ex-ministro do Trabalho e Emprego, ex-deputado e atual senador Francisco Dornelles (PP/RJ), apesar da grande resistência do movimento sindical e da luta do então deputado e atual senador Paulo Paim (PT/RS), foi aprovado na Câmara e enviado para apreciação do Senado. Nesta Casa, a matéria ainda chegou a tramitar sob o número de PLC 134/01.A resistência e combate ao projeto na Comissão de Trabalho da Câmara foram implacáveis; a ponto de a matéria não ser aprovada no colegiado. O que obrigou o presidente da Câmara à época, deputado Aécio Neves (PSDB/MG), a avocar [chamar para si] o projeto para votação diretamente no plenário da Casa.Entretanto, o presidente Lula, que havia assumido o compromisso de sustar a tramitação do projeto, enviou a Mensagem 78/03, pedindo o arquivamento do PLC 134. Assim, em sessão do dia 10 de abril de 2003, a mensagem foi lida e aprovada pelo plenário do Senado, sendo o projeto definitivamente arquivado.O Senado Federal, por intermédio do Oficio 594, de 08/05/03, endereçado ao ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, encaminhou a Mensagem 60/03 (SF), ao Excelentíssimo Senhor presidente da República, participando sobre o arquivamento do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 134. A "notícia", portanto, é falsa!
acesse: www.janeayresouto.blogspot.com

O projeto Difusão da Literatura Feminina Potiguar recebe apoio da AFLAM/RN.

Neidinha recebe o livro da Presidente da AFLAM, Professora, Doutora Maria da Conceição Maciel Filgueira,

E faz doações de outros para que todas conheçam mais sobre nossas escritoras.

A camiseta que faz parte do acervo do projeto foi doada como símbolo da parceria.

No momento foi comemorado os aniversários do trimestre e os 7 anos do projeto Difusão da Literatura Feminina Potiguar que agora foi ampliado com as presenças das escritoras e artistas mossoroenses.

Em síntese Neidinha falou das instituições que faz parte e contou um pouco de sua caminhada com o projeto.


A convite da Presidente da Academia Feminina de Letras e Artes de Mossoró-AFLAM/RN professora Maria da Conceição Maciel, Flauzineide foi participar de um momento especial onde as acadêmica se reuniram para exalar poesias e comemorar os aniversários do trimestre. Fazendo parte da pauta estava um relato sobre o projeto: Difusão da Literatura Feminina Potiguar.
As poetisas de Mossoró ficaram conhecendo parte da trajetória das ações desenvolvidas no Projeto. Houve ainda socialização de informações e trocas de livros de escritoras potiguares, a visitação à exposição dos banners das escritora e poetas que já participam do projeto e o saldo foi super positivo na avaliação da própria
Flauzineide Moura.
Mais detalhes sobre a AFLAM no site abaixo:
www.aflammossoro.com.br

domingo, 30 de maio de 2010

CANTINHO DO POETA ADEMAR MACEDO


<<<>>>
Discórdia, sonhos frustrados,
e as mágoa não resolvidas
são os nós não desatados
das cordas das nossas vidas...
(José Valdez Moura/SP)


<<<>>>
Minha família, sem teto,
repartia o mesmo pão...
mas sobrava sempre afeto
no final da divisão...!
(Mara Melinne Garcia/RN)


<<<>>>
2010 > Caxias do Sul/RS
Tema > TREM > M/H.
O “te esquecer” me conflitae a razão manda que eu tentemas...quando a saudade “apita”,cresce um “trem” dentro da gente! (José Ouverney/SP)


<<<>>>
VIGÍLIA

– Divenei Boseli/SP –

Insônia
presença funesta que alonga a noite...
Holofote implacável que faz surgir
da noite no negrume
visões de remorsos,
espectros de ódios,
fumaças de saudade...
Companheira
impertinente e austera.
Conselheira
tola e vulgar, às vezes,
sábia e indulgente outras vezes.
Serpe astuta
que faz presa a alma livre
e estraçalha os nervos
e definha o corpo,
mas conserva em vigília
a Razão
e cinge o cérebro da gente
qual trepadeira o muro....
Obsecante espírito noturno,
indesejável vulto a rondar-me a cama.
Todavia,
é uma quimera a mais
entre as quimeras
de que é feita a Vida!

Um corpo no ar.


<<<>>>
Sinto um dom que me extasia
e uma inspiração sem fim,
quando a musa da poesia
passeia dentro de mim.
(Ademar Macedo/RN)


...E Suas Trovas Ficaram:
Quis-te um dia... mas fugiste;
me quiseste... e o mesmo fiz.
Quando, enfim, nós nos quisemos,
foi a vida que não quis...
(Zálkind Piatigorsky/RJ)


<<<>>>
Quer fazer este mundo mais tristonho
tire o charme romântico das flores,
quer banir a beleza apague as cores
quer matar um poeta, mate o sonho;
entretanto se quer Jesus risonho
faça um gesto de amor, abrace a vida,
veja o mundo na tela colorida
da visão inspirada de um profeta;
mas, não toque no sonho do poeta
que o poeta sem sonho se liquida.
(José Lucas de Barros/RN)


<<<>>>
DESABAFO.

– Maria Nascimento Carvalho/RJ –
No meu semblante há traços de cansaço, e, em minha voz, vestígios de tristeza, porque jungida às rédeas do fracasso, não conservei a luz da glória, acesa. E sempre pela vida em descompasso, lutando contra o vírus da incerteza, faço, da tênue força, força de aço, e do ataque, minha arma de defesa. Este cansaço que em meu rosto aflora, não é moléstia que surgiu agora, vem desde os magros tempos de criança. E a tristeza que a minha voz embarga, foi me tornando, aos poucos, mais amarga, e cada dia mais sem esperança.

A VIVA CULTURA! DIVULGAÇÃO E EVENTOS CULTURAIS DE MINAS GERAIS COMUNICA QUE CONTINUAM ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA DOIS FESTIVAIS EM VARGINHA.

TEATRO E POESIA

Festival Nacional de Teatro de Varginha 7ª Edição

(Realização: 29 e 30 de Outubro)
Inscrições vão até 6 de agosto.

Festival de Poesia Falada de Varginha 4ª Edição

(Realização: 14 de agosto)
Inscrições vão até 30 de junho.

Informações: vivaculturavga@gmail.com

Atenciosamente
Lindon Lopes
Marcos Misael

sábado, 29 de maio de 2010

O CAJUEIRO DO POETA EMANOEL CARVALHO

O meu velho cajueiro
Que um dia me recebeu
Que doces frutos me deu
Sempre depois da florada
Posto em cima da calçada
É meu guarda-sol gigante
Seus galhos são como amantes
Enlaçados e bem cobertos
Suas folhas bem faceiras
Filtram o ar do meio dia
Ah, senhor! Como eu queria
Que seu tronco fosse eterno
Quando eu abria a janela
Bem cedo me deparava
Com uma orquestra cantando
De galho em galho pulando
Saboreando seu fruto
Sanhaçu, pardal, rolinha
De todo cantos eles vinham
De manhã e a tardinha
Meu cajueiro me parecia
Um viveiro a céu aberto
Tudo isso eu via de perto
Quando seus frutos amadurecia
Mas hoje velho e cansado
Seus galhos secos esfolados
Sem vigor pouco floresce
Seus frutos atrofiaram
Suas folhas ressecaram
E suas castanhas não crescem
Já recebi tantas propostas
De gente mal desalmada
Pra tirá-lo da calçada
Por não ter mais serventia
Mas por amor eu espero
Que ele se revigore um dia
Sem intenção de feri-lo
Querendo deixá-lo bonito
Por pura ignorância minha
Cortei uns galhos que tinham
Em outras plantas encostado
E ele sofreu com isso
Talvez tenha acelerado
O fim de sua produção
Gerando essa sequidão
Em suas folhas e galhos
Ah! Se meu arrependimento
O tornasse como antes
Nunca mais eu lhe tocava
Com objetos cortantes...
Emanuel Milhomens de CarvalhoNatal/2009

DEPUTADA FÁTIMA BEZERRA CONSEGUE AJUDA PARA CUSTEAR SBPC EM NATAL


Após reunião com o Secretário Executivo e o adjunto do Ministério da Cultura, Alfredo Manevy e Gustavo Vidigal, a deputada federal Fátima Bezerra comunicou ao reitor da UFRN, Ivonildo Rego, e ao pró-reitor de Extensão, Cipriano Maia, a liberação de R$ 600 mil para a Universidade custear a programação cultural da reunião da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), que será realizada em Natal, no período de 25 a 30 de julho. A SBPC Cultural propõe realizar várias atividades durante todo o evento, com direito a espetáculo de abertura, cenários culturais, mosaico cultural, prosa-poética, simpósio, entre outras.As inscrições para a SBPC Cultural 2010 estão abertas até o próximo domingo, 30 de maio.
O formulário está disponível no site: http://www.nac.ufrn.br/.

fonte: por e-mail

tetebezerra

CANTINHO DO POETA/TROVADOR ADEMAR MACEDO


>>> Trova do Dia: >>>


Não falo por picardia,

mas é verdade no duro.

Mulher e fotografia:

- só se revela no escuro...


(Nealdo Zaidan/PE)


<<<>>>


Tem muita menina feia
que é como lagarta preta:
quando metamorfoseia
vira linda borboleta.


(Clarindo Batista/RN)


<<<>>>


2009 > Bandeirantes/PR
Tema > CHILIQUE > Venc.
Porque os sapos afugenta
com chilique e confusão,
no brejo, o que se comenta
é que a sapa é sapa...tão!


(Edmar Japiassú Maia/RJ)


<<<>>>


Num concurso deste ano
foi grande o meu despreparo,
na rima entrei pelo cano:
rimei Jesus com “Genaro”.


(Ademar Macedo/RN)


...E Suas Trovas Ficaram:


Duas coisas neste mundo
podemos contar a dedo:
livro que volta a seu dono,
mulher que guarda segredo...


(Albertina Carvalho/RJ)


<<<>>>


Obriguei Gianequini sem desejo
se casar com Marília Gabriela,
João Medeiros morrer numa novela
e Vera Fischer gemer durante um beijo,
Almir Sater mostrar o seu arpejo,
Mel Lisboa, de mim, correr atrás,
destruí o governo dos reais
e fiz Lula mandar nesse país...
Foi a coisa mais besta que eu já fiz,
e o que é que me falta fazer mais?


(Raulino Silva/RN)


<<<>>>


UM VICE-VERSA... AO CONTRÁRIO:

– Heloisa Zanconato/MG –

Amigo Zé Maria que surpresa,
saber-te um Casanova aposentado,
pois, sempre, existe alguma brasa acesa
por baixo do carvão enfumaçado.

Se quem foi rei não perde a realeza,
um pau-de-lei não morre carunchado
e uma viril pistola portuguesa
não vive de gatilho enferrujado...

Esquece a ostoporose... a catarata
e sai, enfim, atrás de uma mulata
que tope um “ti-ti-ti” num canto escuro...

Pois, para um português de nome honrado,
melhor ficar com fama de tarado...
que ser considerado um dedo “duro”!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

SÁBADO NA CIRANDA POÉTICA DA SPVA - PROJETO 30 MINUTOS DO POETA MÁRCIO ROBERTO


MÁRCIO ROBERTO

POETA SONETISTA,

APRESENTAÇÃO NA CIRANDA POÉTICA -


SÁBADO DIA 29/05

LOCAL: E.E. WINSTON CHURCHILL

HORA: A PARTIR DAS 17 H

VOCÊ É NOSSO CONVIDADO!

UM SERTANEJO NA CIDADE - MESTRE JOSÉ ACACI

Esse é meu ídolo Acaci, um poeta muito arretado, otimo na rima e no verso, canta e encanta quem o escuta, por onde passa faz sucesso, tudo nele é poesia, inspirado demais esse menino, um artista por demais completo.

UM SERTANEJO NA CIDADE
José Acaci


Não reclamo de nada dessa vida,
acho que tenho tudo que preciso:
Cinco filhos pra esquentar o juízo,
uma filha bem nova e já perdida,
uma sogra mandona, intrometida,
um cunhado pra eu tirar da prisão,
um malandro que me chama de irmão,
dois reais pra pagar minha cachaça,
e um espeto com cheiro de fumaça,
assistindo o Programa do Faustão.

Tenho um bicho de pé meio enfezado,
pra coçar toda noite ao me deitar,
a vizinha que vive a reclamar
do marido que chega embriagado,
tem a outra vizinha do outro lado,
que reclama da vida o dia inteiro,
cada esquina que eu passo é um puteiro,
cada carro é mais um carro de som,
eu já me acostumei e acho bom,
essa minha vidinha de pedreiro.

Aprecio essa tal modernidade...
Já esqueci das virtudes do sertão,
até me acostumei com palavrão...
Isso é coisa comum cá na cidade.
Não preciso falar sempre a verdade,
pois aqui todo mundo é mentiroso,
não preciso ser mais atencioso,
com as pessoas caídas pelo chão,
nem rezar e pedir paz e perdão,
pois meu tempo é um tempo precioso.

Mas não sei o que é que tá faltando,
tenho tudo que eu queria na vida,
mesmo assim tenho em mim uma ferida,
que eu não vejo, mas tá me magoando.
Vez em quando me pego criticando
se aquilo é que é felicidade.
Eu lhe juro que até me deu vontade
de deixar de assistir televisão,
e pedir a Jesus paz e perdão
pelo que eu aprendi cá na cidade.


Por aqui aprendi a dar valor
a assistir filme de pornografia,
a fazer coisas que eu não fazia
quando estava lá no interior.
Dizer não, se alguém pede um favor,
dizer sim, quando a coisa me interessa,
e a viver minha vida numa pressa,
sem ter tempo nem para me coçar.
E agora eu me pego perguntar
se eu queria uma vida como essa.

Já faz tempo que eu vim do meu torrão,
vim pra cá procurando vida boa,
mas aqui não achei uma pessoa
que chegasse pra vir me dar a mão.
Por aqui não é como no sertão,
que a gente trabalha o dia inteiro,
e de noite se senta no terreiro,
sem bandido dizendo “mãos ao alto”.
Não tem bala perdida, nem assalto,
e o vizinho é amigo e companheiro.

Eu queria ter mais tranqüilidade,
e queria ver se arranjava um jeito
de botar mais amor e mais respeito
dentro do peito da sociedade.
Que as pessoas falassem a verdade,
que tivessem amor no coração,
que aprendessem viver sem confusão,
a viver sem mentira e falsidade,
e que o povo vivesse na cidade
como vive o meu povo do sertão.

Eu queria ter uma amizade
como a de João Grilo e de Chicó,
dar bom dia no Bar de Zé Mocó,
ser leal e gostar de lealdade.
Concordar, porém com sinceridade.
Discordar sendo sempre verdadeiro.
Ser marido amante e companheiro,
e servir de exemplo pros meus filhos,
pra viver vendo a vida andar nos trilhos
e morrer tendo Deus como parceiro.


quinta-feira, 27 de maio de 2010

EXAME NACIONAL DE INGRESSO NA CARREIRA DOCENTE: VISÃO PRELIMINAR DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO/CNTE

Republico matéria do CNTE Informa

A Portaria Normativa nº 14, do Ministério da Educação, publicada no Diário Oficial da União, em 24 de maio de 2010, inaugurou a consulta pública sobre a instituição do “Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente”.Com base em resoluções de instâncias e em bandeiras históricas do movimento dos trabalhadores em educação, a CNTE manifesta o seguinte acerca do assunto: 1. Por se tratar de um tema de extrema importância e amplitude, e, dada sua relação com a perspectiva da carreira nacional do magistério, à qual se juntam as políticas de piso salarial (Lei 11.738) e de formação inicial e continuada (Decreto 6.755/09), o correto seria o MEC ter priorizado o debate com os atores educacionais (gestores, trabalhadores, instituições de ensino, dentre outros), a fim de definir a base conceitual e as melhores formas para implantação da proposta. Ademais, a incipiente implementação das políticas de formação e valorização voltadas ao magistério pressupõe outras prioridades que não serão superadas com a realização do Exame Nacional para Contratação de Docentes.2. Apesar de o Exame destinar-se a contratação de professores, muito já se especula sobre sua possível abrangência à avaliação dos docentes em exercício nas redes de ensino. Quanto a esse ponto, a CNTE entende não ser possível tal extensão, e, desde já, esclarece que lutará contra qualquer eventual sistema de avaliação profissional limitado a provas teóricas e que desconsidere os demais elementos intrínsecos à atividade escolar, bem como a participação dos trabalhadores no processo avaliatório.3. O concurso público de provas e títulos, expresso no art. 206, V da CF/88, é a forma apropriada para a contratação de servidores da educação escolar pública básica. Neste sentido, é pertinente que a Normativa MEC nº 14/2010 explicite que a contratação, via cadastro nacional, destina-se a cargos públicos efetivos, não se admitindo modalidades precárias, a exemplo de cargos temporários.4. O ingresso na carreira docente, conforme dispõe a Normativa Ministerial, requer dos entes federados a instituição de planos de carreira para preenchimento dos cargos previstos para a atividade de magistério. Vale lembrar que os principais destinatários da proposta - municípios de menor porte - são os que menos possuem planos de carreira para os servidores da educação básica pública.5. O fato de o MEC disponibilizar um cadastro nacional de docentes aptos a serem contratados pelos entes federados - principalmente por aqueles com menos condições de realizar concurso público de qualidade e com a devida idoneidade - não garante o preenchimento das vagas em todas as localidades, especialmente em razão das condições de trabalho, dos baixos salários e da falta de perspectiva na carreira. No entanto, a proposta tende a facilitar o acesso de docentes na profissão, desde que os futuros profissionais se sintam atraídos pelas ofertas de empregos públicos.6. Apesar de a Normativa prever o sigilo dos resultados individuais do Exame (artigos 8º e 9º), a veiculação inapropriada de dados locais e regionais, através de universidades, pesquisadores ou Secretarias de Educação (atores que terão acesso aos resultados do Exame Nacional), sob a ótica do senso comum poderá induzir a perspectiva de ranking, o que é um risco do ponto de vista do preconceito étnico-social e profissional.7. A CNTE lamenta o fato de a proposta do Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente não ter sido colocada em debate na 1ª CONAE, uma vez que a pluralidade do evento possibilitaria a formatação de um texto democrático e com respaldo da comunidade educacional.Por fim, informamos que a CNTE está disposta a debater o assunto, razão pela qual requererá assento nas discussões sobre a regulamentação do Exame Nacional.
fonte: www.janeayresouto.blogspot.com

PALAVRA QUE TRANSFORMA - CONSELHOS PARA CASAIS - PASTOR SÉRGIO FERNANDES


Cânticos 2:4 - Levou-me à casa do banquete, e o seu estandarte sobre mim era o amor.
Uma coisa que prezo bastante em casa é o fazer as refeições em família. Devido aos horários de trabalho diferenciados, eu e minha esposa temos apenas uma chance de fazer uma refeição juntos, que é o jantar.Este é o momento para o casal estar à mesa, unidos, em oração e ação de graças, diante do Senhor. Participar do banquete juntos é um ato de profunda intimidade. É a hora do casal partilhar como foi o seu dia, e mutuamente se fortalecer.A televisão destruiu esse hábito que faz parte da vida da Igreja (At 2.46). O marido quer ver o futebol e a mulher a novela, e ficam cada um em um cômodo da casa. Não é sem motivo que famílias assim vivem brigando.Que tal voltar a partilhar juntos da refeição?

GOTAS BÍBLICAS - A EDUCAÇÃO DO FILHO




Quando um anjo disse a Manoá que ele teria um filho, o pai de Sansão fez a seguinte oração: "Então disse Manoá - Quando, pois, se cumprirem as tuas palavras,como e há de criar o menino e que fará ele?" (Juízes 13:12).Como educar certo um filho? Manoá e sua esposa receberam a promessa de que trariam uma criança ao mundo. E que ela seria um líder importante em Israel. A reação de Manoá foi profundamente responsável: ajuda-nos a educar este filho! Diante da súplica, o anjo do Senhor deu ao casal orientação detalhada.Uma das maiores necessidades da família atual é a de pais que orem, pedindo ao Senhor sabedoria e fidelidade, na orientação bíblica dos seus filhos. Alguém dirá que, apesar da educação recebida, Sansão não se tornou o líder que poderia ter sido. Ainda que seja uma verdade, os erros de Sansão não podem ser usados como desculpa para não orar pelos filhos. Sansão foi usado pelo Senhor, apesar dele mesmo. O que ele fez de errado foi culpa dele: o que ele conseguiu fazer de certo foi pela intervenção misericordiosa do Senhor. Foi assim com Abraão, foi assim com Jacó, foi assim com Davi. Ninguém deve ser responsabilizado pelas escolhas autônomas dos próprios filhos. Mas deve ser elogiado pela educação bíblica dada ao seu filho.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

CANTINHO DO POETA/TROVADOR ADEMAR MACEDO



<<<>>>


Rasgando o ventre da serra
num parto de luz e cor,
o sol vem brindar a terra
numa oferenda de amor!


(Domitilla Borges Beltrame/SP)


<<<>>>


Se cruzaram, nosso olhar,
e um milagre aconteceu;
no meu, o seu quis ficar
e o meu quis ficar no seu!


(Francisco Macedo/RN)


<<<>>>


2004 > ATRN-Natal/RN
Tema > TEATRO > 11º Lugar.
Quando o teatro freqüento,meus dias são mais risonhos:a ribalta é encantamento,caleidoscópio de sonhos...


(Wanda de Paula Mouthé/MG)


<<<>>>


NÓDOAS.

– Marize Castro/RN –

Declinoao mesmo tempoque o vento.

Empilho nódoas de sangue

e sonho diante de um perfil

exangue.

Todo rio tem sua margem.

Todo alguém tem seu par.

Recolho grãos de areia

sob o olhar ávido

das rochas que já não podem andar.




<<<>>>


Nos meus sonhos mais dispersos,
faço alguns versos bisonhos;
porque não sei fazer versos
na insensatez dos meus sonhos.


(Ademar Macedo/RN)


...E Suas Trovas Ficaram:


A saudade me amargura
profunda e constantemente...
se na saudade há doçura,
é na palavra, somente.


(José Firmo/PE)


<<<>>>


Vejo os meus cabelos brancos
Como a real conseqüência

Dum motor puxado aos trancos

Sob a carga da vivência.

A pele, outrora viçosa,

Hoje em dia já não goza

De tanta plasticidade.

Só leio em meus pergaminhos:

Minhas rugas são caminhos

Traçados pela saudade


.(Wellington Vicente/PE)


<<<>>>


AQUI MORAVA UM REI.

– Ariano Suassuna/PE –


Aqui morava um rei quando eu menino

vestia ouro e castanho no gibão,

pedra da sorte sobre meu Destino,

pulsava junto ao meu, seu coração.


Para mim, o seu cantar era Divino,

quando ao som da viola e do bordão,

cantava com voz rouca, o Desatino,

o Sangue, o riso e as mortes do Sertão.


Mas mataram meu pai.

Desde esse dia eu me vi, como cego sem meu guia

que se foi para o Sol, transfigurado.


Sua efígie me queima. Eu sou a presa

Ele, a brasa que impele ao Fogo acesa

espada de Ouro em pasto ensanguentado.

VEREADOR GEORGE CÂMARA CONVIDA NATALENSES PARA AUDIÊNCIA PÚBLICA DA SUA REDE DE CIDADANIA.

Passados quase um ano e meio do meu retorno à Câmara Municipal de Natal, como vereador eleito pelo voto livre e consciente - uma conquista construída pelos que fazem a Rede da Cidadania -, chegou a hora de avaliarmos o nosso mandato e reafirmarmos a convicção de que só com a participação efetiva de homens e mulheres, trabalhadores e trabalhadoras, juventude e movimento sociais, é que avançamos no aprofundamento da democracia e, consequentemente, no controle social.
Nós que fazemos o PCdoB no Rio Grande do Norte, compreendemos que a Rede da Cidadania foi idealizada para aproximar o cidadão dos mandatos eletivos (vereador, deputado, senador) e a partir de sua estruturação é possível o acompanhamento, a elaboração e a cobrança dos que votam e elegem seus representantes nas câmaras e assembléias legislativas.
Para valorizar esse espaço de decisão em que a Rede da Cidadania se transformou, quero convidá-lo (a), você e sua família, para participarem de um encontro comigo e minha assessoria, onde, na ocasião, prestaremos contas da minha atuação com vereador, além de recepcionar reivindicações e reafirmar velhos e novos compromissos na construção de um mandato participativo e popular.
Hoje (quarta-feira) teremos a reunião da ZONA NORTE (SABIA O LOCAL LOGO ABAIXO) e amanhã (quinta-feira) na ZONA SUL.
George Luiz Rocha da Câmara
Vereador – PCdoB


QUARTA-FEIRA, DIA 26 DE MAIO - ÀS 18H30
Salão de Eventos Green House
Rua Praia Grande, 1938 – Conjunto Santa Catarina
Natal/RN (por trás do Nordestão da Estrada da Redinha)

QUINTA-FEIRA, DIA 27 DE MAIO - ÀS 18H30
CCAB SUL – Loja 13 – Bloco 4
Av. Engenheiro Roberto Freire, 2951 – Cidade Jardim
Natal/RN (em frente a lanchonete Pasteka)--
Jan Varela - PCdoB/NatalJornalista DiplomadoChefe de Gabinete do Ver. George Câmara
(84) 99299764
www.janvarela. blogspot. com
http://twitter. com/janvarela
www.georgecamara. com.br
www.vermelho. org.br

terça-feira, 25 de maio de 2010

I CONCURSO INTERNACIONAL DE LENDAS E POESIA MULHERES EMERGENTES 2010

Seguindo a programação de celebração dos 21anos do mural poético ME, a poeta e editora Tânia Diniz, lança o I CONCURSO INTERNACIONAL DE LENDAS E POESIA MULHERES EMERGENTES, um desafio aos escritores, para a criação de lendas sobre qualquer tema.

Lenda s.f.
1. narrativa fantástica.
2. narrativa popular vista como fato histórico, mas sem comprovação.
(Minidicionário Houaiss da Língua Portuguesa/ Editora Objetiva, RJ, 2004, 2ª edição – revista e aumentada)

Uma Lenda

Era uma menininha de pele esverdeada e hábitos singulares.
Vagava pela floresta sempre só. Gostava de balançar-se nos cipós, subir nas árvores e implicar com os macacos.
Pendurava-se nos barrancos à beira dos rios para ver a correnteza e os peixes. Às vezes seus longos cabelos tocavam as águas.
E chorava. Chorava sempre, por tudo e por nada. Por um bichinho interessante, pela gostosa brincadeira, pela linda flor, por um arranhão no espinho, pelo por-do-sol, pela luz da lua. O verde de seus olhos boiava constante em lágrimas.
Um dia desejou ser tão bela como a vitória-régia.
Debruçou-se à beira do rio e contemplou a flor horas a fio, dias a fio. Olhava-a e esperava tornar-se como ela. E tanto chorou que acabou secando, o corpo fininho preso à margem, os dedos como raízes, os cabelos ao vento.
Então Ci, a deusa da floresta, que a tudo assistira de sua constelação, ficou com tanta pena dela que a transformou. E surgiu a Samambaia chorona.
Tânia Diniz
(in O Mágico de Nós, contos curtos, 2ª. edição 1989, BH)


Una Leyenda
Era una chiquita de piel verdosa y hábitos singulares. Vagaba por la floresta siempre sola.
Le gustaba hamacarse en el bejuco, subir en los árboles y pelearse a los monos. Se colgaba en los despeñaderos de la orilla de los ríos para mirar la corriente y los peces. A veces su largo pelo tocaba el agua. Y lloraba siempre, por todo y por nada. Por un bicho pequeñito e interesante, por un buen juego, por la bella flor, por un arañazo en la espina, por que el sol se ponía, por la luz de la luna. El verde de sus ojos flotaba constante en lágrimas.
Un día anheló ser tan bella como la vitoria-regia*. Se inclinó sobre la orilla del río y contempló la flor por horas y horas, días y días. Y tanto lloró que su cuerpo secó como un hilo delgado preso a la orilla.
Sus dedos como raíces, sus cabellos al viento. Entonces Ci*, la diosa de la floresta, que todo vió, por ella se enterneció y la transformó. Y surgió la Samambaya llorona*.

1.* vitoria-regia: planta del río Amazonas, muy bella.
2.* Ci : diosa del folclore brasileño.
3.* Samambaya llorona: un tipo samambaya, planta ormanental. Sus hojas cayen como lágrimas. Se dice Samambaya que llora.
Tânia Diniz
(in O Mágico de Nós, contos curtos, 2ª. edição 1989, BH)
Regulamento
1º Concurso Internacional de Lendas e Poesia ME

O 1º. Concurso Internacional de Lendas e Poesia ME comemora o vigésimo primeiro (21º) ano de existência do mural poético Mulheres Emergentes, o sensual em cartaz, criado em 1989 pela poeta Tânia Diniz.

Regulamento:

Categoria Lendas:

1. Até 03 lendas inéditas, sob pseudônimo,
em português ou espanhol. Tema livre. Máximo de duas (2) laudas por lenda.

2.Enviar por anexos de e-mail e também por correios:
a. uma cópia de cada lenda, assinada com o pseudônimo.
b.dados pessoais, (nome, endereço, e.mail, telefax, profissão, RG, pequena biografia, etc), títulos dos textos inscritos, pseudônimo - em envelope menor, lacrado; lado externo, apenas pseudônimo e nome da obra.

3.a. Inscrições abertas de 20 de abril a 30 de junho de 2010, valendo a data do carimbo postal. Encaminhar envelopes para a Redação; R. José Viola, 88 –CEP 30411-370, Belo Horizonte, MG, Brasil. Telefax (31) 33 32 21 11; e.mail: concursodelendasME@gmail.com
b. Taxa de inscrição de R$20,00 para o Brasil ou 10euros ou 10dólares, para o exterior.Aceita-se mais de uma inscrição por autor desde que com outro pseudônimo e outra taxa de inscrição .

4. A premiação constará de três (3) primeiros lugares que terão a publicação em Edição Especial do mural ME junto aos cinco finalistas classificados e um prêmio surpresa ao 1º colocado.
5.A Comissão Julgadora será composta de 03 membros altamente qualificados e suas decisões são definitivas e irrecorríveis.
6. Os originais não serão devolvidos. A inscrição vale pela aceitação de todos os itens deste regulamento e cessão de direitos para eventual publicação.
7. O resultado será anunciado em agosto de 2010, mês do folclore, no Brasil.

Categoria Poesia:

1. Até 03 poemas inéditos, sob pseudônimo,
em português ou espanhol. Tema livre. Máximo de uma (1) lauda por poema.

2.Enviar por e-mail e também por correios:
a. uma cópia de cada poema, assinado com o pseudônimo.
b.dados pessoais, (nome, endereço, e.mail, telefax, profissão, RG, pequena biografia,etc), títulos dos textos inscritos, pseudônimo - em envelope lacrado; lado externo, apenas pseudônimo e nome da obra.

3.a. Inscrições abertas de 20 de abril a 30 de junho de 2010, valendo a data do carimbo postal. Encaminhar envelopes para a Redação; R. José Viola, 88 –CEP 30411-370, Belo Horizonte, MG, Brasil. Telefax (31) 33 32 21 11; e.mail: concursodelendasME@gmail.com
b. Taxa de inscrição de R$20,00 para o Brasil ou 10euros ou dólares, para o exterior.Aceita-se mais de uma inscrição por autor desde que com outro pseudônimo e outra taxa de inscrição .

4. A premiação constará de três (3) primeiros lugares terão a publicação em Edição Especial do mural ME junto aos cinco finalistas classificados e um prêmio surpresa ao 1º colocado.
5. A Comissão Julgadora será composta de 03 membros altamente qualificados e suas decisões são definitivas e irrecorríveis.
6. Os originais não serão devolvidos. A inscrição vale pela aceitação de todos os itens deste regulamento e cessão de direitos para eventual publicação.
7. O resultado será anunciado em agosto de 2010.




Español:

El 1o. Concurso Internacional de Leyendas y Poesia ME conmemora el vigésimo primero (21º) aniversario de existencia del mural poético Mulheres Emergenpes, o sensual en cartaz. (Mujeres Emergenpes, lo sensual en cartel)
Fundado por la escritora Tânia Diniz en la ciudad de Belo Horizonte, en el estado de Minas Gerais, Brasil, es una publicación trimestral con formato tipo póster, que enfatiza lo femenino y lo sensual en las artes. Se halla en circulación dentro y fuera del país.

Reglamento:

Categoría Leyendas:
1. Hasta 03 leyendas inéditas, firmadas con seudónimo, recibidos en portugués o en español. Con tema libre. Máximo dos hojas, cada.
2. Enviar por anexos de e.mail y tanbién por correos:
a- Una copia de las leyendas , firmadas con seudónimo
b- Los datos personales (nombre, dirección, e-mail, telefax, profesión, número de la identidad, pequeña biografia, etc), títulos de los trabajos que se presentarán bajo seudónimo, en sobre menor, lacrado, y el en su cara externa apenas el seudónimo y el título de la obra.
3. Las inscripciones están abiertas a partir del día 20 de abril hasta el 30 de junio de 2010, valiendo la fecha del sello postal. Los materiales se remitirán a la redacción del ME acompañados de R$20,00 (Veinte Reales), valor correspondiente a la tasa de inscripción; o 10 euros, o US$10, para extranjeros. Se acepta más de una obra por el mismo autor, siempre y cuando las presente con distintos seudónimos y tasa.
Dirección de la Redacción: R. José Viola , 88 - C.P. 30.411-370 Belo Horizonte - MG - Brasil
Telefax.: (31) 3332 21 11; y e.mail: concursodelendasME@gmail.com
4. El premio consistirá en tres (3) primeros clasificados serán publicados en Edición Especial del Certamen del ME con los cinco clasificados finales además de un prémio sorpresa para el primer colocado.
5. La comisión que integrará el Jurado estará compuesta por 3 miembros altamente calificados y sus decisiones será definitivas e irrevocables.
6. Los trabajos originales no serán devueltos. La inscripción vale a partir de la plena aceptación de todos los integrantes del presente reglamento y la cesión de los derechos para una eventual publicación.
7. El resultado será anunciado en el mes de agosto de 2010.

Categoría Poesia:
Mismas reglas y fechas, excepto: cada poema, máximo de una hoja.

* * *

SARAU DA ALIANÇA FRANCESA - CONVITE




CIRANDA POÉTICA DA SPVA - RESUMO


“PALABRAS EN EL MUNDO” Ocorreu nesse sábado passado, 22/05/2010, na Escola Estadual Winston Churchill, numa promoção da SPVA/RN – Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN em parceria com o grupo organizador internacional. Neste ano, o evento Palabras en El Mundo , será de 20 a 25 de maio. Já nos inscrevemos, com e-mail para Gabriel Impaglione Argentina) , Tito Alvarado (Canadá) e Alex Pausides (Cuba) e a SPVA/RN realizou sua participação na Ciranda Poética cumprindo o estabelecido em sua inscrição. O convite foi encaminhado pela escritora e poeta Clevane Pessoa, organizadora do evento em Belo Horizonte/MG. A abertura da Ciranda Poética foi realizada por Jania Souza, organizadora desse momento dentro das atividades da SPVA/RN, por solicitação da Presidente da entidade, poeta Geralda Efigênia, que se encontrava em viagem de trabalho pela Secretaria de Educação do Estado do RN. Jania Souza falou da importância do movimento e da participação da instituição cultural na esfera internacional, comungando o pensamento, o trabalho e a atitude dos seus sócios na luta por uma sociedade onde a paz esteja inserida como bandeira de bem estar, qualidade de vida e harmonia social, para preservação da sociedade humana dentro de um ecosistema equilibrado e em sinergia com todos os envolvidos na coexistência universal. Ressaltou em versos o verdadeiro valor da PALAVRA que tudo transforma, por ser o verbo do AMOR construtor da PAZ UNIVERSAL. Aos poetas, escritores e demais militantes das artes cabe a responsabilidade de conduzirem esta palavra sobre a terra como a própria voz do mundo. Palavras jamais são destituídas de sentido. Palavra é a única ferramenta da mensagem messiânica, a mensagem de vida e preservação entre os indivíduos, entre os povos, entre as nações, derrubando as muralhas, os grilhões, as masmorras da intolerância, do ódio, da inveja, da ganância e de todas as suas conseqüências nefastas: homicídios, conflitos, guerras, extermínios, varredura da carne humana e da natureza da face do globo terrestre. Eis a grande razão do MOVIMENTO – “PALABRAS EN EL MUNDO”, a necessidade do darem-se as mãos e proferirem as palavras com a responsabilidade do sentido dessas palavras para um mundo destituído de cargas negativas que coíbem o relacionamento dos seres vivos sobre a terra. Unam-se as palavras em uma só voz. É preciso que haja a construção real e material de uma cultura de paz em nosso planeta. A Jania sucederam-se poetas com suas declamações, leituras, mensagens e músicas. Xico Seridó encantou com seu cancioneiro e apresentou também a música de sua autoria “Palavras”. Auzêh Freitas declamou e improvisou também poesias sobre a Palavra. A Poetisa dos Ventos, Deth Haak, Embaixadora Universal da Paz, lembrou que a Ciranda Poética estava abrindo a participação da SPVA/RN na programação em Natal pelo Movimento PALAVRAS EN EL MUNDO, pois, na próxima segunda-feira, na Câmara dos Vereadores de Natal, em audiência pública sobre violência e desrespeito à criança na cidade através do mandato da vereadora Adriana Arruda, haverá continuidade da programação, seguida de passeata silenciosa com velas acesas na Vila de Ponta Negra às 16h do dia 24/05/2010. O poeta Pedro Grilo Neto levou seu apoio com sua retórica, mas necessitou ausentar-se antes da conclusão das atividades.No evento, foi lido o poema TROGLODITAS, do poeta trovador Hilton da Cruz Gouveia, cuja missa de encantamento de um ano foi realizada nesta mesma data na Igreja Sagrado Coração de Jesus e fez-se presente à Ciranda Poética através da sua imortal palavra. Também foi lido o poema Redinha – Namorada do poeta Mário Mousinho, também falecido, demonstrando a eternidade da palavra.Foi um momento magnífico de pura reflexão e unidade em prol da PALAVRA e sua importância na construção e reconstrução da sociedade humana atual que se encontra em barco a deriva no oceano da violência, incompreensão, egoísmo, ódio, ganância, minando os frágeis elos da convivência e diplomacia humana.A esperança para a humanidade reside literalmente no seio da PALAVRA, verbo da vida.Aos participantes o carinho da SPVA/RN, irmanada a todos os órgãos espalhados pelo mundo que lutam pela essência da PALAVRA. E, obrigada aos fundadores do Movimento PALABRA EN EL MUNDO pela oportunidade de confraternização universal em torno de tema vital à coexistência humana.

OLÍMPIADA DE LÍNGUA PORTUGUESA

Professores da educação básica da rede pública têm até 7 de junho para se inscrever na Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro.O concurso, promovido pelo Ministério da Educação junto com a Fundação Itaú Social, ocorre a cada dois anos e se destina a alunos dos últimos anos do ensino fundamental e do ensino médio.Mais informações podem ser obtidas no site do concurso ou pelo telefone 0800 771 9310.

O TROVADORESCO DO ADEMAR MACEDO


<<<>>>
Divina é a beleza nova
com toque de perfeição,
de quem lapida uma trova,
para que não nasça em vão.
(Nilton Manoel/SP)


<<<>>>
Quando Jesus sobre a cruz,
ao mundo deu seu perdão.
O monólogo da luz,
foi visto na escuridão.
(Ivaniso Galhardo/RN )


<<<>>>
2004 > Niterói/RJ
Tema > CANSAÇO > M/H.
Finge o sol, quando declina,que se cansou do fulgor,dando à estrela pequeninaseu momento de esplendor.(Wandira Fagundes Queiroz/PR)


<<<>>>
QUANDO A VIDA NOS EMPURRA...

– Maria Emilia Xavier/RJ –

A vida, vez por outra,
nos impõe situações que acabam estilhaçando nossos sonhos,
rasgando nossos planos,
pondo nossa vida do lado do avesso...
Mas se conseguirmos entender que assim é a vida,
cheia de fases, tudo fica mais fácil...
E a cada empurrão dela, qual Fênix,
a gente se reinventa e ressurge,
mais forte, menos ingênua,
mais cuidadosa...


<<<>>>
Meu prefácio foi escrito
com atos tão desumanos
que eu vejo apenas conflito
no epílogo dos meus anos...
(Ademar Macedo/RN)


...E Suas Trovas Ficaram:

Qual dos dois o mais extenso?
Qual o maior neste mundo? :
– O coração, mar imenso,
ou o imenso mar profundo?
(Nordestino Filho/CE)


<<<>>>
Meditar e viver em harmonia,estar sempre em defesa do irmão,emprestar seu apoio em oraçãoaos que penam sem ver a luz do dia,amoldar-se aos conselhos de Maria,ler na Bíblia a palavra abençoada,ao sentir uma mão pobre estiradaofertar-lhe remédio, roupa e pão - Ser fraterno é trazer no coraçãoa bondade por Deus recomendada.
(Pedro Ernesto Filho/CE)

<<<>>>
NÃO É PROIBIDO SONHAR.

– Vanda Fagundes Queiroz/PR –

Eu consegui driblar a realidade:
fui visitar um certo antigamente
que me convida, às vezes insistente,
a aparecer, de braços com a saudade.

Saí voando, em plena liberdade...
Chamei a infância! Ela se fez presente,
falou comigo, a cirandar, contente,
com o mesmo riso, a mesma ingenuidade.

Sem me importar com dúvidas e medos,
cantei duetos com velhos folguedos,
do tempo azul que voa como um triz.

Mas prometi voltar. Pois livre sou
para acordar o sonho que passou,
quando eu quiser lembrar de ser feliz.

domingo, 23 de maio de 2010

Funcionária da SEMARH é premiada em Curso de Aperfeiçoamento em Gestão de Recursos Hídricos.

FOTO: Vera Cirilo recebendo o troféu: "JUCA".
Recentemente, a funcionária da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos - SEMARH, Vera Cirilo, teve seu empenho reconhecido durante a última aula presencial do Curso de Aperfeiçoamento em Gestão de Recursos Hídricos promovido pela Universidade Federal de Santa Catarina em parceria com a Universidade Federal de Alagoas. Na ocasião, Vera recebeu o prêmio Juca, premiação dada ao melhor trabalho apresentado.

sábado, 22 de maio de 2010

CASTELO DE AREIA - FERNANDO KHOURY - MARAVILHA DE TEXTO!





"Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína."
(Mateus 7:24-27)Pare tudo o que você está fazendo. Feche os olhos do coração. Fique em silêncio. Tente, por alguns instantes, trazer à sua mente tudo aquilo que já aconteceu em sua vida. Todas as pessoas que te fizeram sorrir, todas as pessoas que te fizeram chorar... Todos os sonhos que foram frustrados, todos os sonhos que se realizaram... Deixe o filme de sua vida passar pela sua cabeça nesta hora. Enfim, neste momento de reflexão, você deve preencher os seus pensamentos com todos os acontecimentos e com todas as pessoas que te fizeram ser a pessoa que é hoje.
Com apenas alguns segundos de dedicação a este exercício mental, você pode perceber muita coisa.


Você percebe que já deu muito valor para quem não merecia. E, com isso, você aprende a se valorizar... e compreende que o amor ao próximo só existe se houver, antes, amor próprio.


Você percebe que chamou de amor o que era uma simples ilusão... E você aprende que o amor verdadeiro não ilude ninguém.


Você percebe que basta uma só mentira para destruir a mais firme fortaleza da confiança... E você aprende que os mentirosos são os mais covardes, pois têm medo de encarar a realidade.


Você percebe que no mais lindo beijo pode estar escondida a mais terrível traição... E você aprende que as aparências podem enganar, e muito.


Você percebe também que os seus melhores amigos não são mais os mesmos de dez anos atrás... E você aprende que os melhores amigos só são reconhecidos nas piores e mais difíceis situações.


Você percebe que a dor da decepção te fez desistir de sonhar muitos sonhos que cultivava... E você aprende que, mesmo assim, vale a pena cultivar novos sonhos, pois o sonho é o motor da vida. Viver sem sonhar é ser pássaro e não voar.


Você percebe que muita coisa não aconteceu do jeito que você queria ou da forma que imaginou que seria... E você aprende que nem tudo acontece como você planejou, mas nem por isso as coisas deixaram de acontecer na sua vida.


Você percebe que o mundo não dá respostas para todas as suas perguntas... E você aprende que viver sem o mistério da dúvida não teria tanta graça.


Você compreende que Deus não quis revelar o propósito de todas as coisas ao homem para que pudéssemos aprender a confiar nEle.


Você percebe que existem pessoas que não se cansam de machucar as outras... E você aprende que não importa o tamanho da ferida...um dia ela vai cicatrizar.


Mas, de todas as percepções, a mais importante é a de que o tempo passa e não volta mais. É a percepção de que quase tudo na vida é inconstante. Como diz Lulu Santos, a vida vem em ondas, como o mar, num indo e vindo infinito. É verdade. A vida é uma eterna mudança, é um contínuo adaptar-se... A vida é a escola do recomeço.


Cada onda nasce de um jeito e termina de um modo totalmente diferente da forma que nasceu. O vento, seja forte ou fraco, molda e guia as ondas por onde bem entende... No infinito do oceano, há muita onda, há muito vento, há muitas variáveis... E a vida também é assim.


Vivemos sob a inconstância e insegurança do mar, e somos tão vulneráveis que, a qualquer momento, um vento inesperado ou uma onda disforme pode vir e engolir nossos planos. Apesar disso, muitas pessoas insistem em colocar a areia como único fundamento dos seus projetos de vida. Pare e pense: a vida já é rápida e insegura demais para você perder tempo fazendo dos seus planos e sonhos meros castelos de areia.


Por esse motivo, devemos ter uma mudança radical de atitude quanto aos projetos que temos para nossa vida. Por mais lindo e luxuoso que seja o castelo que você está construindo, lembre-se que basta a mais leve brisa ou a menor gota da onda do mar para fazer desmoronar todo o seu castelo em poucos segundos.

Todo o trabalho, energia e tempo que você perdeu para construir esse imenso castelo ficarão reduzidos a um monte de espuma e areia.

Mais cedo ou mais tarde, uma onda virá e destruirá o que você levou tanto tempo para construir.
Todos nós, algum dia, já cultivamos castelos de areia.

Olhe para sua vida... Quais são os seus castelos de areia? O que desmoronou na sua vida? O que está prestes a desmoronar? O que na sua vida é feito de areia? É o cultivo de amizades com pessoas que você sabe que não são companhias boas e saudáveis? É o namoro com uma pessoa que você sabe que não te merece? É a vontade momentânea de curtir a vida, mesmo que isso leve você a perder o que já conquistou de duradouro até então? É a insistência num relacionamento que você sabe não ter futuro ou com uma pessoa que só te traz dor e sofrimento?
Pare de perder tempo.

E Destrua você mesmo seus castelos de areia, antes que eles destruam você. Porque o que é feito de areia pode até ficar um tempo de pé, mas sempre desmorona no final. Por isso, comece agora a construir planos sólidos, pois os maiores sonhos só se realizam se possuírem como base um forte fundamento.

E lembre-se: mais vale um simples casebre sobre a rocha, do que o mais belo e suntuoso castelo sobre a areia.

Pense nisso.

Se Jesus pensou, você também deve pensar.
Por Fernando Khoury

quarta-feira, 19 de maio de 2010

POETA MÁRCIO ROBERTO FEZ SUCESSO NO SEU SHOW FUSÃO NEGRA

Fusion noire: ( Fusão negra): foi a fusão do poeta Márcio Roberto com o seu eu interior, Monsieur Noir (senhor negro).
A intenção artista foi externar o lado mais profundo do ser, que fica a maior parte do tempo oculto e que é o grande responsável pela sua inspiração artística.
Também segundo o poeta/artista é um incentivo para outros artistas fazerem o mesmo para que outras pessoas não ocultem o seu lado criativo, não importando qual atividade elas exerçam. O importante é desprender-se de toda e qualquer restrição proveniente do medo da opinião alheia. O importante é não ter medo. A criatividade vai muito além disso.
A intenção da Fusion Noire também foi a de mostrar a incessante batalha entre a luz e as trevas que residem no interior de cada um de nós.
Foram momentos reflexivos, parabéns Márcio pelo belo trabalho.

BIENAL DO LIVRO -BELO HORIZONTE/MG - CONVITE

Recadinho da mega escritora Clevane Pessoa, um amor de pessoa!

Dia 22, às 21 horas, na Bienal do Livro em belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil , estaremos, às 21 horas, relançando, pela All Printe Editora, a antologia Nós da Poesia, com selo do Instituto Imersão latina-IMEL, organizado por Brenda Mars,
Presidente da instituição, da qual sou Vice, revisada por Bilá Bernardes (Cônsul em MG e Poetas del Mundo) e por mim (Clevane Pessoa);

O recital se inscreve ainda, no Palabra en El Mundo, mega evento internacional, organizado por Gabriel Impaglione(AR), Tito Alvarado (CA) e Alex Pausides(Cuba) -onde de 20 a 25 de maio, pessoas se unem pela PALAVRA, nosso intrumento de ação.

Caso possa, vá ouvir a voz dos poetas e poetisas !

A antologia se inicia com prólogos de prefácios dos Diretores do aBrace-Roberto Bianchi e Nina Reis que discorrem sobre seu lema "Solidariedade entre criadores"(sou, com Brenda, uma das representantes do Movimento Cultural aBrace), Clevane Pessoa, Bilá Bernardes, Luiz Lyrio ,Rosa Pimentel,e Brenda Mars, capa da artista plástica Iara Abreu, que também comparece com um belo poema visual.

Na segunda orelha, traz os banneres de afiliações de algumas afiliações dos participantes.Aorização de algumas não chegou a tempo,mas já há uma bela e colorida mostra delas, vejam:

segunda-feira, 17 de maio de 2010

PROFESSORA TEREZA VASCONCELOS RECEBERÁ HOMENAGEM NO SARAU DO CRO/RN


O sarau terá a presença da renomada professora portuguesa da Ilha da Madeira Sra. Teresa Vasconcelos a qual receberá as devidas homenagens.

CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RN
CONVIDA PARA O SEU PROGRAMA QUARTA CULTURAL:
è SARAU LÍTERO MUSICAL: 1 ª e 3ª quarta-feira de cada mês


Próximo: Dia 19.05 – Das 18 às 21 horas



Auditório: Rua Cônego Leão Fernandes, nº 619. Petrópolis


(Paralela à Av. Afonso Pena, liga a Av. Rodrigues Alves à Rua Mossoró)


TEMA CENTRAL: DIA DAS MÃES


Venha fazer “SARAUTERAPIA”:

Declame, cante - só ou com os demais - conte causos ou apenas assista à apresentação de Poetas, Músicos etc..
Coordenação/Recepção:

Sociedade Brasileira de Dentistas Escritores
Apoio / Apresentação: Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN


Valor do ingresso:

Um Fraternal Abraço!


PARTICIPE TAMBÉM DA SEGUINTE PROGRAMAÇÃO:
è CIRANDA POÉTICA


da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN - SPVA
Todos os sábados, das 17 às 19 horas
Local: Colégio Winston Churchill - Av. Rio Branco


e ESPAÇO CULTURAL CANTO DO MANGUE
(TODO 2º SÁBADO DO MÊS)
Local: Praça “Pôr do Sol” / Rocas -

Defronte ao Mercado do Peixe Poesia e Música com o Conjunto “Táyo da Gata”
Coordenação: Poeta JAÉCIO CARLOS
PRÓXIMO: DIA 12. 06. 2010 - Início: 19 horas


HOMENAGEM DO MÊS: POETISA ESTHER MORAIS


è SEXTA DO REPENTE - Local: Palácio da Cultura - 1º andar


Toda 1ª sexta-feira do mês, das 20 às 22 horas.


Coordenação: AEPP - Associação Estadual dos Poetas Populares do RN.


ENTRADA LIVRE PARA QUEM GOSTA DE POESIA, MÚSICA, HUMANISMO!

domingo, 16 de maio de 2010

VALÉRIA OLIVEIRA - CANTORA POTIGUAR FARÁ APRESENTAÇÃO ÚNICA NO TOM JAZZ EM SÃO PAULO/SP



A cantora Valéria Oliveira prova em seu sétimo álbum, no ar, que, além de criar canções, é também capaz de brincar com as palavras e expressões.
Seu talento e sua desenvoltura no palco podem ser conferidos em única apresentação no dia 26 de maio, no Tom Jazz (SP).
O show faz parte do lançamento do disco da artista, que antecipou a volta do LP ao Brasil, antes mesmo da abertura da Polysom.
No repertório, músicas autorais como Romance à francesa (Valéria Oliveira/Luiz Gadelha), Escuro (Valéria Oliveira/Khrystal) e Sofrer faz parte do meu vocabulário (Valéria Oliveira/Romildo Soares), além de conhecidas canções da MPB, a exemplo de Quando (Roberto Carlos), A tua presença morena (Caetano Veloso) e Dê um rolê (Galvão/Morais Moreira).Banda- Jublileu Filho: guitarra, violão de aço, trompete e vocais- Paulo de Oliveira: baixo e violão- Rogério Pitomba: bateriaDireção artística: Cláudio Olivotto

Visões sobre o trabalho de Valéria Oliveira

Lauro Lisboa Garcia,
O Estado de São Paulo, fev 2010"Antes do lote da Deskdisc saiu em vinil No Ar, sétimo álbum da cantora e compositora potiguar Valéria Oliveira, que não tem ligação com a gravadora e difere dos demais também por ser inédito. O disco foi lançado simultaneamente em CD e traz 12 novas composições da talentosa Valéria, com parceiros."Brent Grulke, SXSW, Tribuna do Norte, jun 2009Tendo assistido ao show leve só as pedras em sua visita a Natal, deu a seguinte declaração quando indagado sobre o que havia se encantado em Valéria para ela ser selecionada: "Tudo (risos). Valéria é muito segura. Ela sabe quem ela é. Ela é uma artista pronta. E tem o sorriso mais bonito que já vi. Sua música e sua postura são fortes em relação a tudo. Ela é do mundo e sua música fala por si".
Nelson Motta, Sintonia Fina # 161, out 2008
"Vem de Natal, Rio Grande do Norte, uma das boas revelações de cantora dos últimos anos, que já rolou aqui no Sintonia Fina com ótima resposta. Ela se formou ao som de Clara Nunes e Elis Regina e é fã de Regina Spektor, e agora lança o seu novo disco, onde reafirma as suas qualidades de intérprete, mostrando um estilo discreto mas cheio de sutilezas e sua busca por um repertório de qualidade. Um ótimo exemplo é O último pôr-do-sol, de Lenine e Lula Queiroga.
"Luiz Fernando Vianna, Folha de São Paulo, nov 2007
Em seu sexto disco solo, a potiguar Valéria Oliveira toma coragem para gravar um repertório majoritariamente seu, deixando clássicos da música popular e canções ditas regionais de lado. O resultado é satisfatório, com boas faixas como Pensando em ti, A nova - pelo tempo que você quiser, O sonho pede socorro e Dores pequenas. Samba e pop são temperados com discrição.
Por que ouvir: Para quem já conhece, Valéria Oliveira evoluiu. Para os outros, é a hora certa de conhecer."
Saiba mais sobre a artista e ouça as músicas em
myspace.com/valeriaoliveira valeriaoliveira.mus.brCouvert: R$ 20
assessoria de imprensa: Ponto & Vírgula11 9655 6580 Cláudia 11 9962 5670 Alda pontovirgula@uol.com.br

sábado, 15 de maio de 2010

PROJETO TODO AUTOR QUE SER PUBLICADO - LITERATURA PERIFÉRICA


Uma mensagem a todos os membros de Literatura Periférica
Leia a Portaria publicada no diario Oficial da União: (clik no link)Portaria diário Oficial da União.pdf
Síntese do Projeto : Projeto literário, de incentivo á leitura e novos poetas receberemos textos de todo o Brasil selecionando através de banca julgadora ou por voto popular via internet e SMS, premiaremos os 50 primeiros colocados com a publicação de um livro solo e contrato editorial por um período de um ano, os demais participantes terão cada qual um texto publicado em nossa antologia coletiva, uma coleção composta por 50 volumes, totalizando assim 100 novos títulos e centenas de autores benefíciados. Situação: Autorizada a captação total dos recursos Obs: Maiores informações consultar no Portal do Ministério da Cultura Pronac: 100515 Projeto: Concurso Literário Beco dos Poetas - Todo Autor quer ser PublicadoProponente: Marcio Marcelo do Nascimento SenaComunicamos a todos os membros do Movimento Literário Beco dos Poetas & Escritores (Membros dos sites http://becodospoetas.com.br/ , http://www.literaturaperiferica.ning.com/ e Blog- www.literaturaperiferica.com.br) e Patrocinadores Culturais o inicio da Captação de Recursos amparado na Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei nº 8.313 de 23 de dezembro de 1991) para o nosso Projeto Cultura "Concurso Literário Beco dos Poetas - Todo Autor quer ser Publicado" que possibilitará á publicação de 50 livros individuais e 50 antologias mista compartilhada entre todos os participantes inscrito no concurso finalizado o projeto seguirá da distribuição de 1000 livros gratuitamente entre inúmeras bibliotecas públicas levando os trabalhos a apreciação dos leitores e assinatura de contrato editorial com o Grupo Editorial Beco dos Poetas & Escritores Ltda e eventuais parceiros Editoriais.

DIA 30/05 - ÚLTIMO DIA PARA CONCORRER ESPAÇO NA PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA CULTURAL DA SBPC 2010



republico matéria do jornal Diário de Natal, Muito, 14/05/2010
"Tem hora que a gente se pergunta, por que não se junta tudo numa coisa só?". A pergunta do líder da trupe do Teatro Mágico, Fernando Anitelli na composição O Tudo é uma Coisa Só é respondida pela organização da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que aporta na capital potiguar pela segunda vez. A ideia da junção, praticidade, união é posta em prática durante o evento.
Conferências, apresentações de trabalhos científicos, simpósios, mesas redondas, encontros e mini-cursos fazem parte da programação cientifica da reunião, além de uma programação cultural e artística diversificada. Tudo em um mesmo espaço e unidos em um mesmo propósito. Tom Zé , Zeca Balero, Marina Elali e outros nomes locais já estão confirmados para se apresentar de 25 a 30 de julho, em Nata, Marcelo Lyra/Agencia Olho Nu
A única divisão está na temática.
A 62ª reunião anual da SBPC estará subdividida em quatro eventos:
a SBPC Jovem, a Expociência, a SBPC Científica e a mais badalada SBPC Cultural. Esta última é a única dotada de palco. É a única a receber Tom Zé e suas poéticas-variantes, ou o grave-poético de Zeca Balero e a pegada popular de Marina Elali. E por que não se junta tudo numa coisa só? Pois estão inseridas ainda na programação da SBPC Cultural, módulos como Cenários Culturais, Labirinto da Cultura, Mosaico, Prosa Poética e diversos outros espaços ocupados, prioritariamente, por projetos culturais consolidados e de benefício à sociedade potiguar.Alguns desses projetos que poderão compor a programação, são o Circo da Luz; o MPBeco, com a Feira Mix e exposição fotográfica; a feira de sebo inserida na ação Prosa Poética - que receberá a Nau Catarineta de Canguaretama; e o Buraco da Catita, que ocupará a praça de alimentação, já denominada Praça do Choro. "Levantaremos a bandeira da proposta cultural da Radio Universitária 88,9, com o Projeto Musica Potiguar Brasileira, que receberá no palco do Mosaico Cultural (Anfiteatro do Campus) alguns nomes do cenário local que representará esta proposta", adiantou a produtora do evento, Yanna Medeiros.A SBPC Cultural estará distribuída em vários espaços. O Centro de Convivência abrigaráa Praça do Choro. O estacionamento da Reitoria receberá as ações Labirinto Cultural e Cenários Culturais. Em frente a Comunica/TVU o evento apresenta a Prosa Poética e, compondo o seu cenário, a Nau Catarineta e a Associação da Feira de Sebo do Beco da Lama. No Anfiteatro do NAC - espaço novo, dirigido às apresentações de grupos artísticos - vai ter a Cientec Cultural, com a Mostra de Dança, Corais e Música de Câmera e o Circo da Luz, inserido no contexto do Mosaico Cultural.O evento - um dos mais importantes momentos de discussão e divulgação da produção científica brasileira - será realizado entre os dias 25 e 30 de julho. O tema central deste ano é Ciências do Mar: Herança para o Futuro. A expectativa dos organizadores é de que 30 mil pessoas visitem a SBPC ao dia. O secretário executivo do Ministério da Educação, Henrique Paim, informou em reunião com a deputada federal Fátima Bezerra e o reitor da UFRN, Ivonildo Rego, da liberação de R$ 4 milhões pelo MEC para a realização do evento.InscriçõesO período de inscrições da SBPC Cultural para artistas, grupos, autores e demais envolvidos com atividades culturais da cidade continua até 30 de maio no site do Núcleo de Arte e Cultura da UFRN.Natal Cidade MemóriaA mostra Natal Cidade Memória retrata uma Natal de ontem e hoje, organizada pela Semurb e que será inserida na ação Cenário Culiturais. Esta ação tem como proposta divulgar a cidade do Natal, recebendo exposição, abrindo diálogos em profissionais da produção artística entre outros.SAIBA MAISA SBPC foi criada em 1948 quando um grupo de cientistas decidiu fundar, no Brasil, uma Sociedade para o Progresso da Ciência inspirados em modelos já existentes em outros países. Trata-se de uma entidade sem fins lucrativos voltada, sobretudo, para o desenvolvimento científico e tecnológico do país. Natal já sediou uma edição e agora se prepara para ser a casa de mais um evento.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

TRIBUTO A REINALDO AGUIAR - HOMENAGEM DO POETA FRANCISCO NEVES - O NOSSO MACEDO

Tributo a Reinaldo Aguiar

In “sonetos.com.homenagens”
dezembro de 2008
Macedo, Francisco Neves


O “Cavalheiro Andante” da poesia,
se fez o maior “Mestre da Trova”,
com seu verso que encanta e extasia...
Uma história de amor que se renova.

A palavra é semente, que na cova,
se faz planta e colheita todo dia,
com mensagem marcante e sempre nova,
que faz da dor diária, fantasia.

Eu faço em cada verso dos quartetos,
em todas as palavras do tercetos
meu tributo ao Poeta Potiguar.

Poeta, trovador, pensar profundo,
entre os grandes poetas deste mundo,
o Reinaldo Aguiar tem seu lugar!...

(Minha Homenagem de Saudade e respeito)

quinta-feira, 13 de maio de 2010

CIA DE TEATRO AMAGOA, É DEVERAS UM SHOW!

Impressionada, Encantada, Extasiada, foi assim que fiquei ao assistir a apresentação cultural desse elenco maravilhoso. O local da apresentação foi na cidade de Pendências,na aula inaugural do Projeto Despertar da E.E. Monsenhor Honorio. O grupo é da cidade de Macau, terra do sal...de gente inteligente, imaginem o tamanho do espetáculo. Quem precisar contratar: 99116000 tratar com Max, um rapaz simpático e muito inteligente, abaixo o realise do grupo. CAUSOS E BRINCADEIRAS EM AÇÃO

GRUPO AMAGOA!
UM ESPETÁCULO QUE ENCHE OS OLHOS!



MARAVILHA DE ARTISTAS DESTA NAÇÃO POTIGUAR!



HOJE TEM ESPETÁCULO? TEM SIM SENHOR,
COM O GRUPO AMAGOA...




TEM SIM, SENHOR...

Cia. de Teatro Amagoa
Direção: Max Kennedy
(84) 9911-6000/9938-1796 ou 9105-5571
E-mail: produtoravape@yahoo.com.br
teatroamagoa@yahoo.com.br


Dez ANOS DE APLAUSOS…
Tendo uma história com pouco mais de nove anos, a Cia. De Teatro Amagoa consolida-se como um projeto forte, competente e que cada vez mais possibilita aos jovens macauenses mostrarem suas habilidades na mágica arte da representação.

Nascido em 22 de agosto de 2000, a partir da determinação do seu primeiro diretor, Valdemir Nunes, a Cia. Amagoa, que originalmente era composto por adolescente atendidos pela Prefeitura de Macau, hoje integra o quadro das atrações da Produtora VAPE e da Fundação Municipal de Cultura de Macau/RN.

Com o apoio da Fundação Municipal de Cultura, o grupo mais uma vez se articula para novos espetáculos com o atual diretor Max Kennedy, e seu elenco que atualmente conta com pouco mais de 30 (trinta) artistas entre amadores e veteranos.
Entre as peças já apresentadas pela Cia. Amagoa, destacam-se:
· A HERANÇA DO TIO BARNABÉ
· A MOÇA QUE BATEU NA MÃE E VIROU CACHORRA
· A NOITE DO MILHAGRE
· A VERDADEIRA HISTÓRIA DE CINDERELA
· NOVA ERA – BRASIL MOSTRA A TUA CARA
· CAUSOS E BRINCADEIRAS I
· CAUSOS E BRINCADEIRAS II
· INTERROMPIDO PELA SOCIEDADE
· O MATUTO COM BALAIO DE MAXIXE
· SONHO DE UM PALHAÇO
· O CASAMENTO NUM CONVÉM
· A HISTÓRIA QUE TODO MUNDO SABE MAIS NINGUÉM NUNCA CONTOU
· PAIXÃO DE CRISTO (2007/2008/2009)
· REVIVENDO A NOSSA HISTÓRIA (Afonso Bezerra)
· PRESERVE O MEIO AMBIENTE
· A TURMA DO CECÉU
· BORECOS & BORECAGENS

A Cia. Amagoa além de participar de eventos importantes para o nosso RN, como a II SEMANA DO TEATRO NORDESTINO (Natal/RN), III MOSTRA POTIGUAR DE ARTES CÊNICAS (Natal/RN), FESTUERN (Mossoró/RN), entre outras... A Cia. Amagoa também prestou todo um serviço voluntário à cidade de Macau através do CEMOP (Centro de Mobilização Popular) com aulas de teatro para o projeto AGENTE JOVEM, PETI e várias aulas nas Escolas Públicas da cidade. Também com o CEMOP o Amagoa também é fundador e participante do Projeto “PAIXÃO DE CRISTO” na cidade e faz parcerias em projetos beneficentes.
A Cia. hoje, oferece aulas de teatro abertamente aos jovens em parcerias com os pais como um incentivo a cultura e a educação, acompanhando o jovens participantes deste projetos em sua vida escolar e social.
E-mail: produtoravape@yahoo.com.br
teatroamagoa@yahoo.com.br



terça-feira, 11 de maio de 2010

INSCRIÇÕES PARA O SISU A PARTIR DE JUNHO

Matéria do jornal Correio Braziliense, 11/05/2010
As datas de inscrição e como vai funcionar a próxima rodada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foram definidas pelo Ministério da Educação (MEC).
Os alunos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado e quiserem disputar vagas em instituições públicas de ensino superior deverão acessar o sistema entre 10 e 14 de junho.
O MEC ainda não tem uma estimativa de quantas universidades e institutos vão participar do processo, nem de quantas vagas serão oferecidas, pois nesta semana começa o período de adesão para as instituições interessadas em participar do Sisu.
Para o primeiro semestre de 2010, 51 universidades participaram do sistema, mas nem todas realizam processos seletivos duas vezes ao ano.
Outra mudança prevista está no formato de inscrição.
Na primeira edição, foram realizadas três etapas, mas em junho será apenas uma, com uma lista de espera para preencher as vagas que sobrarem em chamadas subsequentes.
Opções
O candidato terá direito a duas opções de curso.
Se for selecionado para a sua primeira opção, o aluno será convocado para matrícula e sai automaticamente do sistema.
Aqueles que forem chamados para a segunda opção poderão permanecer no Sisu para tentar a vaga mais uma vez na lista de espera.
Um dos objetivos dessa mudança é evitar o que ocorreu na primeira edição do Sisu, no início do ano: muitos estudantes se inscreviam para um curso, mas depois de selecionados não se matriculavam, o que acabou gerando sobra de vagas nas três etapas de seleção. Essas vagas foram preenchidas posteriormente por uma lista de espera.
O número 51 Instituições de ensino superior que aderiram ao Sisu no primeiro semestre de 2010

FELIZ ANIVERSÁRIO CEICINHA CÂMARA


Neste seu aniversário quero te parabenizar,

desejando muita paz, muito amor e muita luz,

que por toda a sua vida, possas ser muito feliz

ao lado do nosso Rei Jesus!

Deus lhe abençoe mais e mais e sempre muito mais...

PALAVRA QUE TRANSFORMA - PASTOR SÉRGIO FERNANDES

Palavra Que Transforma
Carta Para Esmirna - Parte 7
Apocalipse 2:9 - Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.

Jesus conhece também a hipocrisia religiosa.
Os judeus julgavam ser o povo escolhido de Deus, mas não perceberam o movimento divino que trouxe Cristo até nós, cumprindo todas as profecias do Antigo Testamento a respeito da vinda do Messias.
A blasfêmia deles contra a Igreja mostravam que eles não pertenciam a Deus, mas à sinagoga de Satanás.
Talvez você esteja vivendo uma profunda hipocrisia religiosa, escondendo atos imundos que tem praticado. Abandone essa vida, em nome do Senhor Jesus!
O Pai tem caminhos melhores para você! A justiça de Deus é infinitamente melhor do que o nosso pecado.
Que Ele te abençoe!

MENSAGENS POÉTICAS DO ADEMAR MACEDO


<<<>>>


Choro lágrimas serenas,
mas vejo, nesse momento,
que nessas gotas pequenas,
cabe um mar de sofrimento!
(Marina Bruna/SP)


<<<>>>
Quando a lâmpada se embaça,
nessas noites outonais,
é na penumbra da praça
que nosso amor brilha mais.
(José Lucas de Barros/RN)



Uma trova premiada
Tema > ALVORADA > Venc.
Com as chaves da alvoradaDeus que é Poder e Magia,deixa a noite enclausuradae abre as portas para o dia!
(Rita Mourão/SP)


<<<>>>
VAZIO.

– Clevane Pessoa/RN –

Andar sem amor ou ideal
é ter um vazio no peito, na alma,
no sonho, na palma
que pode ser abismal
ou mesmo ameno:
- um suspiro que não se sabe
de onde nos vem
mas por certo escapa
porque no coração não cabe...
um peso advindo de invisível capa...
às vezes é carência parcial,
às vezes é vazio pleno...


<<<>>>
Sua poesia é loquaz,
nasceu com você no berço...
dos versos que você faz,
não faço sequer um terço!
(Ademar Macedo/RN)


...E Suas Trovas Ficaram:

As nuvens lentas e puras
fazem, a todo momento,
encantadoras pinturas
na tela do firmamento.
(Reinaldo Aguiar/RN)


<<<>>>

A chuva está no arquivo
e na vida do sertanejo,
que é pra ter coalhada e queijo
pra manter o homem vivo,
o trovão é curativo
relâmpago, uma injeção,
a nuvem é cirurgião
e quem traz chuva é o vento;
a chuva é medicamento
pra doença do verão.
(Antônio Lisboa/RN)


<<<>>>

PROMESSA.

– Gilson Faustino Maia/RJ –

Eu te prometo, amor, quando eu dormir,
sonhos terei bem cheios de ternura.
esquecerei, inteira, essa amargura
que minha mente insiste em possuir.
Infelizmente, como conferir?
não tem outra maneira, criatura!
A vida é escuridão e a gente atura
até o dia em que a luz a surgir.

Mas acredita, amor, eu sonharei.
Também, ali dormindo, certamente,
a dor, o pranto, a mágoa, esquecerei

para lembrar-me, então, de ti somente.
Os meus versos dirão quanto eu te amei,
e eu sonharei contigo, eternamente.

sábado, 8 de maio de 2010

PARABÉNS AS MÃES...EM NOME DA MINHA QUERIDA MÃE - PROFESSORA NENZINHA MACEDO

NENZINHA MACEDO MINHA MÃE.


Guerreiras, Empreendedoras,


Professoras, Vendedoras,


Agricultoras, Vereadoras,


Deputadas e Senadoras!






Parabéns a todas que souberam


e sabem receber e dar amor.


EM ESPECIAL

A mãe mais linda do mundo!


A minha mãe, professora, amiga, orientadora, companheira.


NENZINHA MACEDO,


a quem devo tudo o que sou.





A mulher sábia que edifica a sua casa,


em nome dela eu saúdo todas as mães


do mundo!

MENSAGENS POÉTICAS DO ADEMAR MACEDO


<<<>>>


Na charrete, o gay capricha ...

O burro empaca e é um drama

o bicho levando a bicha

para fazer um programa ...


(Maria Nascimento/RJ)




<<<>>>


Chega em casa, inesperado
e ao procurar, seu pijama,
por desespero, o danado,
tremia, embaixo, da cama.


(Fabiano Wanderley/RN)




<<<>>>


1994 > Bandeirantes/PR
Tema > DOUTOR > Venc.
Engordando a olhos vistos
diz a moça ao pai zangado:
– Já fui ao doutor, são quistos
que peguei do namorado!


(Amália Max/PR)


<<<>>>


Espero que se convença,
com essa minha resposta:
não sou o que você pensa...
mas tenho o que você gosta!


(Ademar Macedo/RN )


...E Suas Trovas Ficaram:


Dentista de mil clientes,
meu vizinho faz das boas:
não põe coroas nos dentes,
mas põe dentes nas “coroas”...


(Renato Martone Junior/SP)


<<<>>>


A mulher que é preguiçosa
nos seus olhos tem remela,
não cozinha seu feijão
nem lava bem a panela;
tem mais de um quilo de grude
na barra da saia dela...


(Ferreirinha/PB)


<<<>>>


NAMORADOS EM APUROS...

Clarisse Barata Sanches/Portugal –
Casar, casaria, Maria, contigo,

mas não tenho emprego, dinheiro, nem lar;

como é que podemos viver só do ar?

Maria - diz lá, não concordas comigo?...


- A vida, oh António, se falta o pão trigo,

trabalho que baste pra nos sustentar,

benesses, também, ninguém nos quer dar;

casarmos sem nada, seria um perigo...


Há grandes riquezas na nossa Nação!

e como ganharam... também não sei, não

tão lindas Vivendas, com Quintas e dotes!


E Vidas faustosas, mas se o nosso Estado

não soube gerir... é o pobre, coitado,

que tem, de por força, pagar os calotes!...