terça-feira, 25 de maio de 2010

CIRANDA POÉTICA DA SPVA - RESUMO


“PALABRAS EN EL MUNDO” Ocorreu nesse sábado passado, 22/05/2010, na Escola Estadual Winston Churchill, numa promoção da SPVA/RN – Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN em parceria com o grupo organizador internacional. Neste ano, o evento Palabras en El Mundo , será de 20 a 25 de maio. Já nos inscrevemos, com e-mail para Gabriel Impaglione Argentina) , Tito Alvarado (Canadá) e Alex Pausides (Cuba) e a SPVA/RN realizou sua participação na Ciranda Poética cumprindo o estabelecido em sua inscrição. O convite foi encaminhado pela escritora e poeta Clevane Pessoa, organizadora do evento em Belo Horizonte/MG. A abertura da Ciranda Poética foi realizada por Jania Souza, organizadora desse momento dentro das atividades da SPVA/RN, por solicitação da Presidente da entidade, poeta Geralda Efigênia, que se encontrava em viagem de trabalho pela Secretaria de Educação do Estado do RN. Jania Souza falou da importância do movimento e da participação da instituição cultural na esfera internacional, comungando o pensamento, o trabalho e a atitude dos seus sócios na luta por uma sociedade onde a paz esteja inserida como bandeira de bem estar, qualidade de vida e harmonia social, para preservação da sociedade humana dentro de um ecosistema equilibrado e em sinergia com todos os envolvidos na coexistência universal. Ressaltou em versos o verdadeiro valor da PALAVRA que tudo transforma, por ser o verbo do AMOR construtor da PAZ UNIVERSAL. Aos poetas, escritores e demais militantes das artes cabe a responsabilidade de conduzirem esta palavra sobre a terra como a própria voz do mundo. Palavras jamais são destituídas de sentido. Palavra é a única ferramenta da mensagem messiânica, a mensagem de vida e preservação entre os indivíduos, entre os povos, entre as nações, derrubando as muralhas, os grilhões, as masmorras da intolerância, do ódio, da inveja, da ganância e de todas as suas conseqüências nefastas: homicídios, conflitos, guerras, extermínios, varredura da carne humana e da natureza da face do globo terrestre. Eis a grande razão do MOVIMENTO – “PALABRAS EN EL MUNDO”, a necessidade do darem-se as mãos e proferirem as palavras com a responsabilidade do sentido dessas palavras para um mundo destituído de cargas negativas que coíbem o relacionamento dos seres vivos sobre a terra. Unam-se as palavras em uma só voz. É preciso que haja a construção real e material de uma cultura de paz em nosso planeta. A Jania sucederam-se poetas com suas declamações, leituras, mensagens e músicas. Xico Seridó encantou com seu cancioneiro e apresentou também a música de sua autoria “Palavras”. Auzêh Freitas declamou e improvisou também poesias sobre a Palavra. A Poetisa dos Ventos, Deth Haak, Embaixadora Universal da Paz, lembrou que a Ciranda Poética estava abrindo a participação da SPVA/RN na programação em Natal pelo Movimento PALAVRAS EN EL MUNDO, pois, na próxima segunda-feira, na Câmara dos Vereadores de Natal, em audiência pública sobre violência e desrespeito à criança na cidade através do mandato da vereadora Adriana Arruda, haverá continuidade da programação, seguida de passeata silenciosa com velas acesas na Vila de Ponta Negra às 16h do dia 24/05/2010. O poeta Pedro Grilo Neto levou seu apoio com sua retórica, mas necessitou ausentar-se antes da conclusão das atividades.No evento, foi lido o poema TROGLODITAS, do poeta trovador Hilton da Cruz Gouveia, cuja missa de encantamento de um ano foi realizada nesta mesma data na Igreja Sagrado Coração de Jesus e fez-se presente à Ciranda Poética através da sua imortal palavra. Também foi lido o poema Redinha – Namorada do poeta Mário Mousinho, também falecido, demonstrando a eternidade da palavra.Foi um momento magnífico de pura reflexão e unidade em prol da PALAVRA e sua importância na construção e reconstrução da sociedade humana atual que se encontra em barco a deriva no oceano da violência, incompreensão, egoísmo, ódio, ganância, minando os frágeis elos da convivência e diplomacia humana.A esperança para a humanidade reside literalmente no seio da PALAVRA, verbo da vida.Aos participantes o carinho da SPVA/RN, irmanada a todos os órgãos espalhados pelo mundo que lutam pela essência da PALAVRA. E, obrigada aos fundadores do Movimento PALABRA EN EL MUNDO pela oportunidade de confraternização universal em torno de tema vital à coexistência humana.