sábado, 8 de maio de 2010

MENSAGENS POÉTICAS DO ADEMAR MACEDO


<<<>>>


Na charrete, o gay capricha ...

O burro empaca e é um drama

o bicho levando a bicha

para fazer um programa ...


(Maria Nascimento/RJ)




<<<>>>


Chega em casa, inesperado
e ao procurar, seu pijama,
por desespero, o danado,
tremia, embaixo, da cama.


(Fabiano Wanderley/RN)




<<<>>>


1994 > Bandeirantes/PR
Tema > DOUTOR > Venc.
Engordando a olhos vistos
diz a moça ao pai zangado:
– Já fui ao doutor, são quistos
que peguei do namorado!


(Amália Max/PR)


<<<>>>


Espero que se convença,
com essa minha resposta:
não sou o que você pensa...
mas tenho o que você gosta!


(Ademar Macedo/RN )


...E Suas Trovas Ficaram:


Dentista de mil clientes,
meu vizinho faz das boas:
não põe coroas nos dentes,
mas põe dentes nas “coroas”...


(Renato Martone Junior/SP)


<<<>>>


A mulher que é preguiçosa
nos seus olhos tem remela,
não cozinha seu feijão
nem lava bem a panela;
tem mais de um quilo de grude
na barra da saia dela...


(Ferreirinha/PB)


<<<>>>


NAMORADOS EM APUROS...

Clarisse Barata Sanches/Portugal –
Casar, casaria, Maria, contigo,

mas não tenho emprego, dinheiro, nem lar;

como é que podemos viver só do ar?

Maria - diz lá, não concordas comigo?...


- A vida, oh António, se falta o pão trigo,

trabalho que baste pra nos sustentar,

benesses, também, ninguém nos quer dar;

casarmos sem nada, seria um perigo...


Há grandes riquezas na nossa Nação!

e como ganharam... também não sei, não

tão lindas Vivendas, com Quintas e dotes!


E Vidas faustosas, mas se o nosso Estado

não soube gerir... é o pobre, coitado,

que tem, de por força, pagar os calotes!...