sexta-feira, 18 de junho de 2010

CANTINHO DO POETA ADEMAR MACEDO


<<<>>>
Nos laços presos ás tranças
da cigana envelhecida
entrelaçam-se as lembranças
das tranças todas da vida...
(Divenei Boseli/SP)


<<<>>>
Quem conta muita vantagem,
pelo pouco que produz,
não pensa naquela imagem
de Cristo morto na cruz.
(Marcos Medeiros/RN)


<<<>>>
2007 > Ribeirão Preto/SP
Tema > ÁRVORE > M/H.
Ao ver, de uma árvore, o corte,minha angústia é paralela...Eu sinto as dores da morte,na dor dos gemidos dela !(Francisco Macedo/RN)


<<<>>>
COPO VAZIO
– Marivaldo Ernesto/PB –
Um copo que cai é um corpo vazio
cheio de sede, cheio de ilusão.
É vida sem razão,morrendo a prestação.
É porre sem ressaca de ser,
na solidão do meu eu vadio,
vazio.
Bebo a saudade de você,
nesta multidão sem rosto.
Mutilando sonhos sedentos.
Bebo minha esperança
num copo vazio, cheio de loucura.
cheio de amor.

<<<>>>
Uma mensagem de luz
que trouxe uma fé tamanha
foi a que disse Jesus
lá no sermão da montanha...
(Ademar Macedo/RN)


...E Suas Trovas Ficaram:
Saudade, quase se explica
nesta trova que te dou:
saudade é tudo que fica
daquilo que não ficou.
(Luiz Otávio/RJ)


<<<>>>
Sou sertanejo vibrante,
sou forte como um gigante,
sou amante deste chão;
sou força que implementa,
sou tudo que representa
as coisas do meu sertão.
(Hélio Pedro/RN)


<<<>>>
O VERSO ÚNICO.

– José Antonio Jacob/MG –

Escrevo porque sinto muita pena
Da frase ingênua que me sobe à fala
E que articulo com a voz pequena
Para ninguém ouvi-la e nem julgá-la.

Um dia ouvi de um poeta a voz serena,
Um cântico de amor - que não se iguala -
Num sarau divino em mansão terrena,
Depois de ouvi-lo abandonei a sala.

Ah, como eu queria estes versos bons,
De delicados e sonoros tons,
(Por que se umedeceu o meu olhar?)

Se existe o verso único e feliz,
O carinho é a poesia que se diz
Ao que ficou em casa a te esperar.