sexta-feira, 2 de julho de 2010

A POESIA DE RENATO NOGUEIRA - O PEQUENO POETA


Nas noites frias a lembrar-me de ti
Chorava meu coração a sentir a solidão
Que dilacerava meu ser,
numa tristeza sem fim
Em casa, sozinho, ouvindo uma canção
Meus olhos enchiam-se de lágrimas
Hipnotizados pelo fogo da lareira
Passavam em minha mente
os bons momentos vividos
As trocas de carinhos
e os poemas recitados
Tu me deixastes só,
com o coração nas mãos
Agora só me restam duas saídas
Morrer de amor ou viver de ilusão.

(Luis Renato Nogueira)
Responder