domingo, 20 de março de 2011

A EXPRESSÃO POÉTICA DE EFIGÊNIA COUTINHO

PRATA DA LUA
Efigênia Coutinho

Repito o meu grande encantamento:
Quando Amo, canto, danço e declamo,
E a melodia faz ninar ao tempo
Extravasando o Amor que proclamo.

Assim me lanço do mais alto, e dentro
Do Universo sou, enfeitiçada pelas
Estrelas, escutando uma suntuosa
Coreografia dos mil fleches da Lua!

As tonalidades cristalinas soam sobre
Acordes celestes em toadas alegres
Ecoando no canto da ave esvoaçante!

E rendo-me neste solfejo do verbo Amar
Ao ato intemporal, autêntico trinar da ave,
Sinfonia toando a prata da Lua sobre o mar!


Curitiba, agosto 2004