domingo, 3 de abril de 2011

MEU AMIGO RAMOM! DIRETOR REGIONAL DA UNE - SEMPRE PELEJANDO

Em passeata realizada nesta quinta-feira, dia 31, 3 mil estudantes foram às ruas de Natal para o encerramento da Jornada Nacional de Lutas da UBES e da UNE. A passeata partiu do baldo rumo à prefeitura de Natal.

Com palavras de ordem em defesa de 10% do PIB pra educação, as lideranças estudantis defenderam que país rico é país que tem uma educação de qualidade e que o desenvolvimento do Brasil precisa estar em sintonia com a melhoria da educação básica.

Segundo Rarikan Heves, Diretor da Executiva Nacional da UBES, que acompanhou a mobilização, os estudantes de Natal realizaram uma das maiores Jornadas de Lutas das UBES e da UNE. "Fizemos uma passeata com mais de 3 mil estudantes e com ampla cobertura da imprensa local. Isso é uma grande demonstração de que colocamos a pauta do movimento estudantil no centro do debate político local".

Ao final da passeata, em frente à prefeitura, os estudantes reivindicaram audiência com a prefeita, Micarla de Sousa, que atendeu uma comissão de representantes de grêmios estudantis, UMES, DCEs, UBES e UNE. Durante a audiência, Ramon Alves, Diretor Regional da UNE, afirmou que Natal vive um momento muito importante em relação a uma das principais conquistas das entidades nacionais: a meia-entrada. Ele reivindicou a criação de uma ouvidoria da meia-entrada para evitar os abusos cometidos contra esse direito. "Não podemos aceitar que determinados espetáculos e shows utilizem de manobras para burlar o direito da meia-entrada. Queremos uma ouvidoria da meia-entrada para garantir que esse direito em Natal seja pleno".

Outra reivindicação apresentada pela comissão foi a participação da UBES no Conselho Municipal de Educação. Para Pedro Henrique, Vice-Presidente da UMES, em meio à Jornada em Defesa de 10% do PIB pra educação, é imprescindível que as pautas do CME possam contar com a contribuição das entidades. "Há muito tempo a presença dos estudantes no CME é simbólica, nós queremos o assento para garantir que o Conselho possa ouvir as demandas dos estudantes e implementá-las na rede municipal de ensino".

Após a apresentação das reivindicações, a prefeita Micarla de Sousa aceitou a implementação da ouvidoria da meia-entrada e a participação da UBES no Conselho Municipal de Educação. Para as lideranças estudantis presentes, essas são conquistas importantes. Para Rarikan, "foi muito importante essa Jornada Nacional de Lutas e significativa porque os estudantes ampliam suas conquistas locais. A UBES e a UNE mostraram muita força, é assim que a gente consegue mais vitórias para a rede do movimento estudantil. Agora é arregaçar as mangas e garantir que a ouvidoria da meia-entrada possa fiscalizar com êxito o direito dos estudantes de Natal e para que o Conselho Municipal de Educação reflita as demandas do movimento estudantil local".