sexta-feira, 16 de setembro de 2011

DANILO BEZERRA - ALUNO DA E.E.RONALD NEO JUNIOR/RN TEM ATUAÇÃO DESTAQUE NO EVENTO DE ANIVERSÁRIO DO IPEA.

A Secretaria de Estado da Educação e da Cultura por meio da Subcoordenadoria de Ensino Médio – (SUEM), parabeniza mais uma vez, a 14ª Diretoria Regional de Educação (DIRED) e todos que fazem a Escola Estadual Ronald Neo Junior que na pessoa de Danilo Bezerra, aluno do 3º ano do Ensino Médio, vencedor da etapa estadual no Concurso de Redação do Senado, pela brilhante representação no Evento de comemoração de aniversário do Ipea.

Matéria publicada na página do Instituto Econômico de Pesquisa Aplicada (IPEA)

14/09/2011 09:17

“Defenderei a cultura brasileira até o fim”

No aniversário do Ipea, Ariano Suassuna elogiou iniciativas de disseminação do conhecimento

Foto: Sidney Murrieta

http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/fotos_noticias/fotos_presidencia/110913_anivipea_suassuna2.jpg

Servidores, autoridades e estudantes prestigiaram a palestra de Suassuna

“Meti na cabeça que o povo brasileiro tinha me encarregado uma missão: de defender a cultura brasileira. Quis mostrar, então, que temos uma arte, uma dança, uma música de qualidade.” Foi assim, mostrando sua admiração pelo Brasil e seu povo, que Ariano Suassuna presenteou o público na comemoração dos 47 anos do Ipea, na tarde desta terça-feira, dia 13, na sede do Instituto, em Brasília.

Cerca de 300 pessoas, entre servidores e colaboradores do Instituto, convidados dos demais órgãos de governo e da sociedade, compareceram à palestra sobre Cultura e Desenvolvimento, que teve o patrocínio do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e foi transmitida ao vivo pelo portal www.ipea.gov.br. Antes, o público assistiu ao Coral do Ipea que abriu a cerimônia.

O escritor e membro da Academia Brasileira de Letras disse estar preocupado com a massificação da cultura. “Essa invasão cultural baseada no gosto médio é a pior coisa que pode existir. Minha preocupação é antiga. Quando era jovem, e olha que faz muito tempo, havia um desprezo generalizado pelo Brasil e pelo seu povo. Os próprios brasileiros tinham esse preconceito contra o que a gente chama de cultura e arte brasileira.”

Autoridades que não puderam comparecer aos 47 anos do Instituto mandaram cartas. A presidenta Dilma Rousseff também enviou mensagem ao Ipea, que foi lida no início da cerimônia. Em um dos trechos, a presidenta afirma que “o Ipea pensa o Brasil, tem compromisso com o país e com o povo brasileiro, e suas pesquisas e análises são referência para o debate das grandes questões nacionais. Os estudos produzidos por seu corpo técnico não subsidiam somente a formulação de políticas pelo Governo. Estão à disposição de toda a sociedade brasileira.”

O presidente do Instituto, Marcio Pochmann, participou da abertura do evento e destacou o Ipea como a maior instituição de produção do conhecimento para o desenvolvimento brasileiro.“Não só por auxiliar o poder Executivo, como foi o objetivo na sua fundação em 1964, mas também por estar conectada ao poder Legislativo e Judiciário”, afirmou.

Alcance do Ipea

No início da cerimônia, a platéia assistiu ao documentário “Rotas do Ipea” que contava a historia de Danilo Bezerra Vieira, um jovem de 16 anos que montou uma biblioteca comunitária em sua casa, no município de Almino Afonso, interior do Rio Grande do Norte. O estudante escreveu ao Ipea pedindo livros e recebeu as publicações.

Após o filme, para a surpresa do público, Danilo foi chamado a comparecer ao palco e defendeu: “O conhecimento deve estar ao alcance de todos, inclusive na realidade rural. Quem visa um país desenvolvido tem que começar com a educação. Eu acredito nisso e o Ipea também. Dei o pontapé com a biblioteca, porque acredito que essa é minha missão, assim como é do Ipea e de todos nós.” A ideia do jovem foi elogiada por Suassuna, que apontou a leitura como sua paixão desde a infância.

Disponível em: www.ipea.gov.br. Acesso em 15 de setembro de 2011.