segunda-feira, 26 de março de 2012

A VOZ POÉTICA DO POETA ATLETA ED SANTOS - SÃO PEDRO/RN



Poeta, loucura, artista de vida dura.

Todo poeta tem um pouco de loucura

Quando falo é porque eu faço parte
Neste verso quero mostrar minha arte
Para isso vou usando uma mistura
Pra dizer que a poesia me fissura
No cordel, no galope ou no martelo
Qualquer ritmo comigo forma um elo
Divulgando a arte e a cultura
Pois a vida do artista é muito dura
Como um osso pra o gume do cutelo

Por mais dura que seja eu esfarelo

Ralo ela e ainda passo na peneira
Da cultura defendo a bandeira
Não deixando que caia no marmelo
Porque neste país verde e amarelo
O fraco cai e o forte se segura
Mas, poeta é sempre uma figura
Nos poemas falando sempre do belo
Como osso pra o gume do cutelo
A vida do artista é muito dura