quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

A VOZ POÉTICA DE ROBERTO PINHEIRO ACRUCHE - RIO DE JANEIRO/RJ

QUISERAS

Quisera ser o poeta que procuras,
o amor que tanto sonha...
Ouvir as palavras que murmuras,
contemplando a tua fisionomia risonha.

Quisera te amar loucamente,
sentir contigo as delícias e prazeres
de um amor profundo...
Habitar no doce encanto do teu mundo.

Quisera aspirar o teu perfume
como o vento ao passar sobre a relva...
De ti experimentar o ciúme.

Quisera sentir o teu abraço apertado
intimamente, na tua alcova florida,
ouvindo teus queixumes, amor da minha vida!

Roberto Pinheiro Acruche