quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

PROFESSOR DA REDE ESTADUAL FARÁ CAPACITAÇÃO EM PORTUGUAL

transcrevo na íntegra

O professor de português Ladmires Luiz Gomes de Carvalho, da Escola Estadual José Fernandes Machado, irá fazer uma capacitação na universidade do Porto, em Portugal, entre os dias 13 e 21 de janeiro do próximo ano.

Na escola, o professor Ladmires vem realizando um trabalho de incentivo a leitura e escrita  por meio de concurso e mostra de linguagens em cinco gêneros textuais (rap, memórias, poemas, charges e lendas urbanas). "Há uma didática sequencial para se realizar o trabalho. Primeiramente eu mostro os gêneros, dou exemplos e depois eles mesmos produzem", disse.

A premiação acontece dentro da escola como forma de incentivo de participação dos alunos com medalhas, troféus e certificados. Ao todo 60 alunos de todos os gêneros recebem a premiação em cerimônia no final de cada ano. Desde 2010 Ladmires Carvalho vem desenvolvendo esse tipo de trabalho. Somente este ano, e pela primeira vez concorrendo, o projeto foi contemplado em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Em Portugal serão apresentadas e também ouvidas as experiências entre os participantes no tocante a projetos de leitura com jovens. Na volta ao Rio Grande do Norte serão marcados encontros integralistas com professores e bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), que envolve alem da UFRN, Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

A seleção compreendeu educadores matriculados em cursos do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor) e bolsistas supervisores do Pibid, ambos da Capes. Ao todo foram escolhidos 168 professores das redes públicas da educação básica que lecionam física, química, matemática, pedagogia e língua portuguesa. Os selecionados pelo Programa de Desenvolvimento Profissional para Professores em Portugal (PDPP) vão estudar nas universidades de Aveiro e do Porto. Eles foram escolhidos de acordo como o Edital nº 74/2013, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

O envio de profissionais que atuam nas redes públicas para cursos em Portugal atende uma série de objetivos do governo federal, entre os quais a valorização do magistério, a vivência com educadores de outro país, estímulo ao uso de tecnologias educacionais, troca de experiências.

A distribuição dos professores contempla as cinco regiões do país. As áreas com maior número de selecionados são química e física. Dos 43 educadores que lecionam física, metade fará a formação na Universidade de Aveiro, no período de 13 a 24 de janeiro, e metade na Universidade do Porto, de 13 a 31 de janeiro. Os 50 selecionados de química também se dividem entre as duas instituições: a formação em Aveiro será de 3 a 19 de fevereiro; e no Porto, de 13 a 31 de janeiro. A Universidade de Aveiro também recebe os 25 professores de matemática, no período de 29 de janeiro a 21 de fevereiro; e os 25 de pedagogia, de 13 a 27 de janeiro. Professores de língua portuguesa vão receber formação na Universidade do Porto, de 13 a 31 de janeiro.

Apoio

Todos os custos de viagem e dos estudos em Portugal serão de responsabilidade do governo federal: passagens aéreas nacional e internacional, despesas de deslocamento da residência ao aeroporto no Brasil e dos trajetos em Portugal, alojamento, alimentação, ajuda de custo no valor de 250 euros e seguro saúde no valor de 90 euros.