quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

UM ANO SEM O POETA ADEMAR MACEDO

DR.JOSÉ LUCAS DE BARROS



UM ANO SEM ADEMAR MACEDO.

 Nosso poeta do amanhecer, divulgador incansável da poesia de todos nós, trovadores, glosadores, sonetistas, cantadores etc.
O mais querido poeta potiguar em todo o território nacional. É incrível. Um ano sem Ademar parece um século de saudade.

Transcrevo este poema que fiz ao cirurgião de Ademar:


PEDIDO AO CIRURGIÃO

Doutor, quando for abrir
A cabeça de Ademar,
Para extrair o coágulo
Que, ali, veio a se instalar,
Faça-o com bisturi de ouro
Pra não manchar o tesouro
Que Deus vive a lapidar.

Esse cérebro invulgar
É um depósito divino
De versos de toda idade,
Desde o tempo de menino;
Tem poemas que inda vão
Ser feitos com perfeição,
Por desígnio do destino.

Doutor, seja um paladino
Do bem, nessa cirurgia!
Salve o nosso trovador!
Encha o Brasil de alegria!
Mexa no que for preciso,
Até mesmo no juízo,
Mas não mexa na poesia!
José Lucas, 30.9.09.