sexta-feira, 16 de maio de 2014

A VOZ POÉTICA DO CIRO JOSÉ TAVARES - BRASILIA/DF



PASSIONE

      



Aconteceu, quando nos encontramos pela primeira vez,

Estar, num instante, submerso no oceano dos teus olhos,

definitivamente entregue ao processo de integração

de nossas duas almas ansiosas  tão distantes.

Aconteceu, quando nos separamos pela primeira vez,

guardar  a imagem do rosto sob desalinho dos cabelos,

refletida na taça de vinho ruborizando a luz de tua face.

Aconteceu, quando a vida nos distanciou pela primeira vez,

Ter implacável ausência  sido convertida dolorosa noite,

que julgamos  duradoura na dor e na saudade.

Acontecerá quando nos encontramos outra vez,

o renascer inevitável das paixões,

a tua, na beleza total que te reveste,

a minha, num  poema de amor que é todo  teu.