quinta-feira, 29 de maio de 2014

O CORDEL DE SOCORRO GURGEL - MOSSORÓ/RN



Quando vejo a violência
Fico pensando na paz
Porque esta é a atitude
Que devemos prezar mais
Ensinante ou aprendente:
Um sujeito bem consciente
Busca a Cultura da Paz





Valente não é quem briga,
Mas aquele cidadão
Que sabe contar até dez
Tomando sua decisão:
De ser tijolo de Paz
Em qualquer situação





A raiva é só um momento
Com certeza passará...
Por isso é que precisamos
A violência afastar
Violência gera a morte,
A vida? Tem que ficar!


Precisamos construir
Uma escola sem muros
E, mesmo assim, dentro dela
Sentir que estamos seguros
Isso é ressuscitar
Na luz vencendo o escuro.






Com a cultura de paz
Sei que podemos sonhar
Nos erres restauradores
Devemos acreditar...
Práticas restaurativas
Precisamos aplicar.





Práticas restaurativas
Instigam à reflexão
E o refletir conduz
A uma boa restauração
Caminho que chega ao fruto?
Responsabilização.


Justiça restaurativa
É ponte de confiança
Questões significativas:
Sementes de esperança
Mediando as relações
O objetivo se alcança.





Agora é a nossa vez!
Precisamos pensar nisso
Não dar para refletir
E depois ficar omisso!
Paz é mesmo a atitude
Nosso maior compromisso.






Precisamos educar
Pra responsabilização
Sem pensar em recompensa
Nem tampouco em punição
Para que o sujeito assuma
O seu papel cidadão.


A escuta e o dialogo...
Que orientam o aprender
Trazendo conhecimento
Pra fazer e o conviver
E, sobretudo, o ser gente,
Que é o aprender a ser.





Por isso, Senhor da vida,
Pedimos com humildade
Ajude-nos a efetivar
Seu sonho pra humanidade
Seu sonho transformador
De justiça e de amor,
Paz e solidariedade.



(Socorro Gurgel)
E.E. Jerônimo Rosado
12ª DIRED
Mossoró-RN