sábado, 14 de junho de 2014

CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL PRESTOU HOMENAGEM A SPVA/RN




Fotos: Verônica Macedo 
 
Uma entidade que reúne homens e mulheres de todas as idades em torno de um só propósito: difundir o saber poético. Essa é a Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte – SPVA, que completa no próximo dia 12 de junho deste ano, 17 anos de fundação. Pensando em celebrar o trabalho feito pela entidade em quase vinte anos de história, a Câmara Municipal, através de uma iniciativa do vereador George Câmara (PCdoB), realizou hoje (3) uma Sessão Solene para homenagear a SPVA, seus associados e diretores. A solenidade contou com a participação de poetas, poetisas, escritores, cordelistas e demais artistas da cidade. O momento contou com um grande Sarau que serviu também para que presidente e ex-presidentes da SPVA fossem homenageados.
George Câmara fez questão de reiterar a preocupação de seus mandatos com a valorização da cultura potiguar através dos vários projetos de lei de sua autoria já aprovados na Casa. “Faço questão de focar as ações na cultura, para valorizar o que se produz na nossa terra, o que é refletido nas proposições que trago à Câmara. É com muito orgulho que fazemos essa homenagem à Sociedade dos Poetas Vivos e Afins”, declarou.
A SPVA/RN foi fundada no dia 12 de junho de 1997 para fortalecer, dar visibilidade, divulgar e difundir poetas, escritores, artistas de outros segmentos da cidade do Natal com foco no incentivo à leitura, descoberta de novos talentos e fortalecimento da identidade cultural papa-jerimum.
Durante sua formação, mais precisamente no período entre junho de 1998 a março de 1999, a poetisa Jânia Souza desempenhou as atividades da coordenação geral da entidade. Em março de 1999, foi eleita a primeira diretoria tendo como presidente o poeta e jornalista Paulo Augusto. Ocuparam ainda a presidência, os poetas Pedro Grilo, Geralda Efigênia, MC Garcia e Zé Martins – atual presidente da SPVA.
O poeta Zé Martins, presidente da SPVA, explicou o papel que a entidade tem desempenhado ao longo de quase duas décadas de história: “a SPVA tem se colocado como fundamental para a cultura norte-rio-grandense ao conceder espaços e organizar eventos para poetas e poetisas se expressarem. Sejam para veteranos ou novos talentos, temos buscado fomentar ações de fortalecimento da nossa sociedade poética”.
Para Geralda Efigênia, ex-presidente da Sociedade, “é fantástico que exista esse tipo de evento para exaltar a cultura do RN. Somos um patrimônio, uma entidade de utilidade pública reconhecida nos âmbitos municipal e estadual. É muito gratificante receber esse reconhecimento da Casa do Povo”, finalizou.

fonte:
Autor: Cleo Lima
jornal da Câmara