terça-feira, 9 de dezembro de 2014

A VOZ POÉTICA DO CIRO JOSÉ TAVARES - BRASILIA/DF



DO AMOR
          Ciro José Tavares.
Amo-te infatigável e indefinidamente.
Amo cada fragmento do teu corpo desolado.
Amo-te como amei inesquecíveis putas brancas,
acolhido no calor do leito de  lençóis macios.
Amo-te como rios que beijam margens e sem dizer adeus
passam sôfregos numa fuga inconsolável,
 ou como ventos outonais agitando árvores
e que veem nas ruas sonolentas o esvoaçar das  folhas secas.
Amo-te como amei dias venturosos num tempo de loucuras.
Amo-te degradada, infeliz, cristã, vazia sem ninguém.
Amo-te na pobreza e silêncio inquietantes porque és pura e meu amor.