sábado, 4 de abril de 2015

A VOZ POÉTICA DE MARCOS MEDEIROS - SANTANA DO MATOS/RN


 

O meu jeito abobalhado
De poeta sonhador
Se não me faz teu amado
Faz de mim o teu cantor

Em tudo sinto teu cheiro,
Te vejo em tudo que é sonho,
Musa de meu cancioneiro,
De meu verso mais risonho.

Habitas meu coração
Povoas a minha mente
Causa-me alucinação.

Mais que meu quarto crescente,
Lume da minha paixão,
Luar em forma de gente!