quarta-feira, 29 de junho de 2016

DISCURSO DE ABERTURA 1º SEMINÁRIO DE POETAS POTIGUARES: A ARTE DE PENSAR A POESIA LIVRE

 

Encontrei no blog da SPVA, republico a recordação.

CUPRIMENTOS À MESA

Sávio Hacradkt;jornalista, Dr. Pedro Simões;Presidente da Academia Cearamirinense de Letras, Dr. Carlos Gomes, Presidente do Instituto Histórico e Geografico do RN Dr. José Lucas de Barros, Presidente da Associação Estadual de Poetas Populares e Academia de Trovas do RN e, Dr. Eduardo Gosson, Presidente da União Brasileira de Escritores/RN, Prof. Dr. Tarcisio Gurgel,palestrante convidado para a palestra de abertura do evento, Escritora Lúcia Helena,representando a Academia Feminina de Letras/RN e Dr. Rubens de Barros, Presidente da Sociedade Brasileira de Dentistas Escritores/SBDE.

Gostaria de agradecer, em primeiro lugar, a todos os que quiseram honrar-nos com sua presença no I SEMINÁRIO DE POETAS POTIGUARES: A ARTE DE PENSAR A POESIA LIVRE, e, em especial há quem ano após ano fez e faz questão e acompanhar a Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte (SPVA/RN), nesta trajetória de luta em prol do desenvolvimento da cultura potiguar.
Começar por endereçar uma palavra de apreço e agradecimento ao Prof. Dr. Márcio Valença, Diretor deste Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes – CCHLA/UFRN, que muito contribuiu para a nossa presença aqui, nos possibilitando mostrar ao público natalense o que a nossa Instituição fez e faz.
Agradeço ao mestrando Márcio Ribeiro e à Vivi Viana, companheiros incansáveis, que não mediram esforços e nem cronometraram tempo para que esse evento estivesse acontecendo hoje. Não poderia deixar de sublinhar este depoimento aqui hoje; pois devo dizer que a SPVA/RN é assim, um celeiro de artistas comprometidos e compenetrados no seu fazer diário, e no seu fazer poético.
Saúdo igualmente à Academia de Trovas do Rio Grande do Norte e à Associação dos Poetas Potiguares e, em particular, ao seu Presidente Dr. José Lucas de Barros, a quem agradeço publicamente todo o apoio manifestado.
Agradeço ainda aos parceiros nessa luta de valorização e conseqüente melhoria da nossa cultura, em especial à poética de Eduardo Gosson, um líder, um defensor e um excelente poeta em toda expressão da palavra.
Enfim, agradecer a Ângelo Baeta que, por meio do SEBRAE/RN pode nos ajudar, nos patrocinando com o material. A Secretaria de Estado da Educação e da Cultura por meio da Subcoordenadoria de Ensino Médio - SUEM, a Casa do Cordel, aos professores que aqui estarão ministrando seus conhecimentos e compartilhando idéias, em especial aos Professores, Tarcísio Gurgel, Erileide Rocha, Socorro Evangelista, Salizete Freire aos convidados que comporão as mesas redondas, e ao público em geral nosso muito obrigado com certeza vocês estão contribuindo com o sucesso e fomento da cultura potiguar.
Por fim, uma palavra de muito apreço à Sociedade Brasileira de Dentistas Escritores (SBDE), na pessoa do seu Presidente, Dr. Rubens Barros Azevedo, pela acolhida e parceria diária no espaço do Conselho Regional e Odontologia, igualmente a nossa diretoria e alguns membros que têm se destacado na forma em que propaga e eleva o nome da SPVA/RN, M. C. Garcia, nosso Vice-Presidente, à super Jania Souza, à poetisa dos ventos, Deth Haak, à própria Vivi, Pedro Grilo, Ed Santos, Arlete Santos, Flauzineide Moura, Flor de Bugary, dentre outros.


MEUS SENHORES E MINHAS SENHORAS
 
A Sociedade dos Poetas Vivos e Afins/SPVA, fundada por Paulo Augusto, Jânia Souza, Pedro Grilo, Tércia Maria, Josean Rodrigues, Alcides Mariano, Sérvulo Queiroz, Ana Cristina Cavalcante Tinoco, Carlos Magno de Souza, Jairo Silvestre, Mery Medeiros, Arlete Santos, José Gonçalves da Silva, Pedro Grilo Neto, Marione Medeiros, Magno Marlio e Antonio Carlos, relato que consta no livro de ata da criação da SPVA/RN, datada do dia 12 de junho de 1997, onde narra à fundação e consequente enredo desta que hoje, com 13 anos de idade, mostra aqui que a ideia e o sonho dos seus idealizadores têm continuidade.
Nesse dia em que esses bravos poetas decidiram colocar na prática o que estavam no pensamento e o fizeram muito bem, foi um dia iluminado e abençoado por Deus, o autor da nossa fé.
Assim nascia a SPVA/RN, num final de tarde, numa sala na sede do Sindicato dos Vigilantes, no Baldo, nesta cidade do Natal, capital do Rio Grande do Norte. Nasceu forte e guerreira com ideias e objetivos determinados e sistematizados, cujo propósito primordial é difundir a poesia, em especial e em locais de difícil acesso à cultura.
Assim sendo, a SPVA/RN delimita sua finalidade, envidando esforços e não os medindo nos objetivos de promover a poesia, desenvolvendo mecanismos de incentivo à livre manifestação artística e produção cultural, bem como desenvolver cursos e oficinas destinados aos poetas, simpatizantes e à comunidade, promovendo e procurando realizar publicações, seminários, palestras, ciclos de debates relacionados à cultura, contribuindo para o envolvimento de todos os seguimentos sociais, procurando incentivar e defender os associados e participantes do movimento cultural.
Produzir saraus, espetáculos, shows beneficentes, editar livros, jornais, metas que estamos alcançando ao longo dessa jornada, haja vista hoje a nossa SPVA/RN, já contando com cinco antologias, e a 6ª no prelo, vale ressaltar a ideia e o empenho da escritora Jania Souza, nesse sentido.
Contudo, a Sociedade dos Poetas/SPVA é uma entidade autônoma, sem fins lucrativos, tendo como único meio de arrecadação financeira o pagamento da contribuição dos seus membros/ associados, cujos nem sempre dispõem de verbas para contribuir e, dessa forma construir fundos para financiar e garantir projetos.
A Sociedade tem buscado patrocínios e financiamentos através de participação em seleções públicas abertas por órgãos que apoiam, patrocinam e financiam a cultura e as artes de modo geral no Brasil.
No ano 2007, concorremos à seleção pública da Lei Municipal de Incentivo à Cultura Djalma Maranhão, porém não conseguimos captar os recursos, prescrevendo o certificado de captação, em seguida concorremos pelo BNB Cultural, mas nesse também não obtivemos êxito, buscávamos os recursos financeiros para publicarmos a tão sonhada Coletânea Comemorativa de 10 Anos, e que somente no ano 2010, com a abertura de edital de financiamentos a projetos culturais, pelo Fundo de Incentivo à Cultura, FIC 2010, da Prefeitura Municipal de Natal, ao qual concorremos e fomos selecionados; sendo assim, daremos continuidade à publicação do nosso tão sonhado livro, porém, não mais na data comemorativa, mas sob novo título, Antologia Literária – Volume 6, com 258p., e com distribuição gratuita, direcionada especificamente para acervos das bibliotecas públicas da rede municipal de ensino, priorizando o Ensino Fundamental.
A previsão e término de publicação serão para o início do mês de abril/2011. Nesse ano a nossa Instituição também assume mais uma responsabilidade que foi adquirir junto à Fundação Miguel de Cervantes, da Biblioteca Nacional, o selo ISBN e, para tanto, oficializar-se como Editora, tornando assim, em prática o sonho daqueles que nos idos da década de 90 construíram essa sociedade que está conseguindo caminhar com pernas próprias. Ainda não estamos como almejamos, nos falta um espaço físico próprio, mas temos fé em Deus que também realizaremos esse sonho.
Esse é um pouquinho do que é nossa Entidade, e aqui nesse encontro vocês certamente saberão entender o significado do fazer diário da nossa SPVA/RN, e aqui dizemos que é com resultado de ações que se vai percorrendo o caminho.
Conheço bem de perto, quão duro é, assim como são os cansaços dessa caminhada, mas, sonho e amparada nesse sonho, acredito que tudo é possível e como bem fala o mestre dos mestres, Jesus Cristo, tudo é possível ao que crer. Assim sendo, é, pois, com muita honra que declaro abertos os trabalhos do I SEMINÁRIO DE POETAS POTIGUARES: A ARTE DE PENSAR A POESIA LIVRE.

A todos e todas, muito obrigada!
GERALDA EFIGÊNIA MACEDO DA SILVA
Presidente da SPVA/RN