terça-feira, 20 de março de 2012

EDIVAN MARTINS E UMA TROVA-HOMENAGEM AO POETA MACEDO.

Segue o verde do alecrim
numa trova alegre e sem medo;
fica a eterna poesia
do verdejante Macedo.