sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

ROSA FIRMO - EXPOENTE DA LITERATURA BRASILEIRA

Obrigada amiga.

Fiquei deveras encantada com o poema, continuo mais ainda sua fã. Beijos


Canção ao Mar Azul (Para Efigênia)

05/12/10

Ó mar azul

Traz-me o bálsamo

Do teu sal

Para o cerne do meu ser

Encontrar o centro

Ó mar azul

Traz-me essa cor que me acalma

Transcende meu ser

Alimenta minha alma

Ó mar azul

Traz-me essa fonte de energia

Para aumentar minha alegria

Ó mar azul

Traz-me a mansidão dos golfinhos

Para cultivar em mim a curiosidade

E alimentar a inteireza

Manter minha sanidade.

Ó mar!

Enquanto murmuras

Saudosa melodia

Sob a batuta do vento

Tal qual uma orquestra lírica

Derrama teus queixumes

Sobre a branca areia

Maltratada...

Rosa Firmo