domingo, 7 de outubro de 2012

A GENESE DO VOTO NO BRASIL



Era o ano de 1500, quando Pedro Álvares Cabral chegou aqui no Brasil, e a história dessa terra começou a mudar. Eram os índios os donos desta terra, e tinham lá suas leis, não tinham um Estado sistematizado de fato, mas existiam códigos de normas dentro da sociedade indígena brasileira.
No entanto a história indígena mudou, e mudou muito, com a chegada dos portugueses ao Brasil, não quero aqui voltar a narrar à história do Brasil, o inicio nem tão pouco a pretensão de dar um olhar etnológico desta história. Pretendo sim, divagar um pouco sobre a história do voto no Brasil, já que hoje estamos vivendo um dia histórico, um dia de escolha de representantes de uma sociedade que é Estado, que tem em sua organização a ênfase no Estado, coisa que não existia nas sociedades primitivas.
A história do voto no Brasil começou 32 anos após Pedro Álvares Cabral ter desembarcado no nosso País. Mais precisamente, no dia 23 de janeiro de 1532 , nesse dia os moradores da primeira vila fundada na colônia portuguesa - São Vicente, em São Paulo - foram às urnas para eleger o Conselho Municipal.
A votação não foi de forma direta, não foi ai ainda, que se viu uma eleição democrática, a população dessa época, elegeu alguns representantes, creio que foram somente seis representantes e que, mesmo assim depois da escolha desses seis, ainda tiveram que escolher os oficiais do conselho. Foi assim, que tudo começou. Como norma já do então Estado, havia obstáculos, não era permitido à presença de pessoas que pudessem fazer boca de urna e nem tão pouco as autoridades da época, para que os eleitores não se sentissem intimidados.
As orientações para o pleito eram da legislação de Portugal o que, viria a ser conhecido pelo  "Livro das Ordenações",cuja elaboração fora feita no ano de 1603.
O tempo foi passando e as formas políticas foram mudando. Muitas águas foram rolando e hoje estamos mais uma vez elegendo nossos representantes no âmbito municipal, que vença a democracia, a estrela máxima de poder do Estado Brasileiro. Que vença a vontade soberana do voto livre, que o povo saiba escolher e que a nossa democracia seja fortalecida.
Hoje, portanto no Brasil é um dia histórico é o dia da festa da democracia.
Cada povo em seu município escolhendo seus representantes – o gestor e o legislador da sua cidade. Viva a democracia brasileira!

Aldaefi
*texto baseado em leituras feitas sobre a história do Brasil.
nos livros de histórias do ensino médio.
Gilberto Cotrin.