domingo, 29 de junho de 2014

COMBATE ÀS TREVAS - 31


E  Por que não?
Por Eduardo Gosson

Para que serve o Estado de Direito Democrático? Sem medo de ser considerado ultrapassado, afirmo: para transformar tudo em piza.
Com o Mensalão nós esperávamos  que o Brasil fosse passado a limpo. Todos  nós sabemos que Sarney, Fernando Henrique, Color  mantiveram no exercício do poder a compra de votos e nunca deu em nada. Foi então que o Partido dos Trabalhadores ´- PT embarcou nesta prática e se deu mal... o Brasil está mudando (apesar de ser em passo de tartaruga) e conseguiu botar uma parte da cúpula  do partido na cadeia. Ledo  engano! Só de mentirinha. Aos poucos, através das brechas na lei, os advogados contratados  à  peso de ouro vem colecionando vitórias. José Dirceu,  por exemplo, conquistou o direito de trabalhar durante o dia num escritório de advocacia, ganhando R$ 2.500,00. Quanta hipocrisia, meu Deus! Todos nós sabemos que esse salário está aquém do seu padrão de vida. E ainda tem idiotas partidários que embarcaram em várias campanhas para arrecadar fundos para pagar uma multa que foi imposta pelo Supremo Tribunal Federal – STF. Dirigentes com bastante dinheiro arrecadado no caixa dois da política fazendo-se de  pobre.
À propósito, para que serve  essa  Democracia? Perguntar não ofende. Vimos, por exemplo, durante a copa a SEGURANÇA PÚBLICA funcionar 100%. Com a presença das Forças Armadas nas ruas parecíamos  que estávamos vivendo numa pequena cidade do interior há 20 anos: janelas abertas, cadeiras nas calçadas, o tráfico de drogas acuado. Por que não deixarmos de lado o véu da hipocrisia e prolongarmos a  estadia dos militares nas ruas e, principalmente, nos 16.000 kM de fronteiras que permanecem desprotegidas. O papel das FORÇAS ARMADAS não deve ser só defender a Pátria  do inimigo externo; isto  porque o  mesmo já está aqui dentro, acabando vidas, principalmente a da juventude!
Por esse e outros motivos, somos favoráveis a  uma PEC que venha redefinir os papéis das Forças de Segurança em nosso Brasil. Precisamos devolver o Brasil aos brasileiros!

(*) Sociólogo. Ex-Presidente da UBE-RN por três mandatos.