sexta-feira, 24 de junho de 2011

TRIBUTO A JOSÉ MILANEZ - MEU PAI

Há 24 anos assassinaram um repentista
Pela maldade que ainda reina entre os povos
O
Seridó e também toda Currais Novos
Choraram a morte do seu maior sindicalista
Saiu nas rádios, nos jornais e nas
tevês
Que uma bala emudeceu Zé
Milanez
Calando a voz, suas lutas e os seus
brilhos
Hoje ele canta lá do céu para seus filhos
e
Pra Nenzinha, na sua eterna viuvez.
.
Poeta Ademar Macedo/RN

----------------------

José
Milanez...Símbolo de honestidade, humildade, resignação.
Foi feliz! Fez história... linda a sua
trajetória, sua maneira de ser.
Sua luta não foi em vão. Despertou consciências ajudou o irmão,
foi amado, admirado, invejado... provocou emoção! Deu poesias
e amor. Seu sonho: Um mundo mais justo para o trabalhador.
.
Poetisa Darci Macedo/RN

---------------------------

Meu pai, meu exemplo, meu
herói.
Autor da minha vida.
Inspiração de toda uma geração,
Poeta... mestre no repente,
na cantoria embalava sonhos,
alimentava corações!
No sindicalismo, homem de força,
garra, coragem.
Enfrentava tudo e todos em prol
do homem do campo
o trabalhador rural,
objeto de sua luta!
Meu pai, ceifaram a sua vida,
mais suas
ideias ficaram,
seus ensinamentos perpetuaram-se,
fez escola, fez
discípulos e fez memória.
Eu sou a sua
trajetória,
trago muito de ti.
.

Geralda Efigênia

------------------------

JOSÉ MILANEZ permanece vivo, pelo reconhecimento de seu trabalho, pela sua luta em prol
do Trabalhador Rural.

.
ALGUMAS HOMENAGENS PRESTADAS.
.
nome de Rua em Currais Novos/RN - Decreto nº 576 de 11/08/1987.
.
nome de Rua em Cerró Corá/RN - Projeto de nº 03/88 de 23/03/1988 - autora Vereadora Ana Maria.
.
nome de turma do Curso de Ciências Sociais da UFRN - 1988.
.
nome do Projeto Editorial da Associação dos Anistiados Politicos do RN - 2004
.
nome de troféu - embolada de cantadores - 1987
.
nome de concurso da Associação Estadual de Poetas Repentista/RN - 2009

Tema de poema coletivo, no facebook - José Milanez: poeta da minha terra
autores: José Ivan Pinheiro, Francisco Cândido de Souza

-------------------------------
Muitas Homenagens, em prosa e verso.
.
Cronica do Saudoso Monsenhor Auzonio de Araújo " intitulada: José Milanez, ontem levaram-no da vida"
.


Folhetos (Literatura de Cordel)

Tico Teixeira
José Omar Ribeiro
Luiz Rodrigues de Souza
Salomão Martiniano Gomes - Salim Gomes
José Saldanha de Menezes
José Antonio de Melo
Expedito Jorge de Medeiros
Alice Eunice Dantas.
-----------------------------
.
Sarau Literário - Tributo a José Milanez pela Sociedade dos Poetas Vivos e Afins/SPVA-RN
2005

--------------------------

POETA NÃO MORRE,
é um sol que se põe. A voracidade sangrenta do verme não te destruiu.
.

Geni Milanez